Março termina com chuva acima da média em MS, mas em abril deve iniciar períodos de estiagem

Em março choveu 225 milímetros em Campo Grande
| 01/04/2022
- 11:52
Março termina com chuva acima da média em MS, mas em abril deve iniciar períodos de estiagem
(Foto: Leonardo de França, Midiamax)

O mês de março foi chuvoso em Campo Grande. Foram registrados 225 milímetros de chuva enquanto o esperado era de 161 milímetros durante todo o mês. Somente na chuva que fechou o mês, algumas regiões da Capital acumularam mais de 50 milímetros, segundo informou o meteorologista Natálio Abrão.

  • Vila Santa Luzia: 52,0 milímetros
  • Jd Panamá: 43,0 milímetros
  • Universitário: 50,0 milímetros
  • Carandá Bosque: 41,0 milímetros
  • Embrapa: 27,6 milímetros

Com o avançar do outono, a tendência é de aumento da estiagem. De acordo com o prognóstico do meteorologista, no mês de abril são esperados períodos de estiagens, temperaturas noturnas mais amenas e chuvas em declínio. Podem ocorrer estiagens com grande duração (mais de 25 dias) a partir de meados de abril, intercalados com um a dois dias de pouca chuva, seguindo ao fim da estação.

Já na segunda quinzena de maio até meados de junho, chances de chuva fraca, isolada e esparsa, nas regiões central e sudoeste e leste do Estado.

Nas regiões norte e nordeste do Estado, as temperaturas ficam elevadas até meados da estação. Nas regiões central e sul, temperaturas algumas vezes ficarão abaixo dos 11°C que podem indicar o avanço das massas de ar polares.

As regiões sudoeste e oeste podem ter temperaturas bastante reduzidas ficando até mesmo abaixo dos 10°C do meio para o fim da estação. Nevoeiros são esperados durante a estação, devido à associação da elevada umidade relativa e ao frio. A visibilidade horizontal reduz-se nesses nas madrugadas e manhãs.

Veja também

Para participar do Sisu, estudantes precisam ter feito Enem 2021 e não ter zerado na redação

Últimas notícias