Cotidiano

Inscrições para o Vale Universidade serão abertas no dia 24 de janeiro

Entre os requisitos, candidato deve comprovar renda individual inferior a dois salários mínimos e meio

Ranziel Oliveira Publicado em 10/01/2022, às 09h51

Página do Vale Universidade
Página do Vale Universidade - (Foto: Divulgação / Governo do Estado de MS)

As inscrições para o programa Vale Universidade 2022 serão abertas no dia 24 de janeiro. A resolução foi publica pela Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), no DOE/MS (Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (10).

Para se inscrever, o acadêmico deve acessar o endereço eletrônico http://www.valeuniversidade.ms.gov.br/portal/login.

Poderá se inscrever no Vale Universidade o acadêmico que comprove renda individual inferior a dois salários mínimos e meio, e renda familiar mensal não superior a quatro salários mínimos, considerada a renda bruta, dentre outros requisitos dispostos na resolução.

O candidato deverá preencher de forma correta todos os campos da ficha de inscrição, sendo de suma importância a finalização da inscrição que, ao ser concluída, fornecerá o número do protocolo. Ainda conforme a publicação, o não preenchimento de qualquer uma das informações solicitadas no cadastro não permitirá a finalização da ficha de inscrição.

A resolução traz também que é assegurada à Administração Pública o direito de verificar as informações prestadas pelo interessado por meio de visitas à residência, ao local de trabalho ou à instituição de ensino superior onde o candidato e beneficiário estiver matriculado.

O programa

Desde a criação do programa até o ano passado, mais de 19 mil acadêmicos já foram habilitados nas etapas de processo seletivo, conforme dados da Suproes (Superintendência de Projetos Especiais) da Sedhast. No Vale Universidade, o Governo do Estado paga até 70% do valor da mensalidade na universidade conveniada, e a instituição oferece dedução de mais 20%, totalizando 90% de incentivo, cabendo ao acadêmico os 10% restantes.

O documento completo pode ser conferido a partir da página 17 do DOE/MS ou neste link.

Jornal Midiamax