Cotidiano

Hospital do Câncer em Campo Grande interrompe quimioterapia por falta de medicamento

Pedido da medicação já foi feito e sessões serão remarcadas na semana que vem

Fábio Oruê e Mariane Chianezi Publicado em 12/01/2022, às 17h21

None
Foto: Divulgação

O Hospital do Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande, cancelou 15 sessãos de quimioterapia que aconteceriam nesta quarta-feira (12) por conta da falta de um medicamento que esgotou no estoque.

Paciente que faz tratamento no local disse ao Jornal Midiamax que 15 sessãos de terça-feira (11) também não teriam acontecido por conta da falta do medicamento. Em nota, o hospital disse que os tratamentos previsto foram adiados e confirmou que o estoque do medicamento Gosserrelina se esgotou. 

Essa medicação é de alta complexidade e exclusivamente oncológica de não fornecimento imediato dos fornecedores, que são de fora de Mato Grosso do Sul. Também não sendo possível empréstimo (ação emergencial/parceria) de outras instituições.

Conforme o Alfredo Abrão, a compra já foi providenciada e o estoque está sendo reposto. As sessões devem ser reagendadas na próxima semana e os atendimentos serão normalizados. O hospital é uma instituição filantrópica, com 99% dos pacientes oriundos do SUS (Sistema Único de Saúde), atendendo mais de 2 mil pacientes por mês. 

Jornal Midiamax