Hospital alega não ser possível afirmar que piercing causou morte de jovem em MS

Andressa Souza morreu aos 20 anos, após semanas internada
| 12/07/2022
- 22:34
piercing
Andressa tinha 20 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

O diretor técnico do Hospital da Vida, em Dourados, Adriano de Souza Santos, informou não ser possível confirmar que a morte Andressa Souza, de 20 anos, foi ocasionada por um piercing que ela colocou no lábio. A jovem morreu no último sábado (9) após ficar cerca de 20 dias internadas no hospital.

O pronunciamento de Adriano ocorreu através de nota, onde ele explica o histórico da paciente, que deu entrada no hospital no dia 15 de junho “com histórico de crise convulsiva e suspeita de comprometimento neurológico grave”.

Após admissão, Andressa passou por para drenagem de abcesso cerebral, foi mantida sob cuidados intensivos, mas acabou falecendo semanas depois com diagnóstico de choque séptico e encefalite. “Não é possível afirmar que a evolução do quadro clinico da paciente até seu óbito tenha referência com a colocação do piercing”, finalizou o médico.

Entenda o caso

Segundo a irmã de Andressa, Soraya Tayana o motivo da morte foi confirmado pela equipe médica. "Sim, depois do exame o médico confirmou. Inflamou foi para corrente sanguínea, que subiu para a cabeça", disse ela.

Andressa havia colocado o piercing há cerca de dois meses, mas a não sabe onde nem com quem, mas desconfia que tenha sido em Itaporã. "Ela foi em uma pessoa que nós não conhecemos e essa pessoa cobrou R$ 60, mas não sabemos se foi em clínica ou clandestino, mais foi aqui em Itaporã mesmo", completa a irmã.

O corpo de Andressa foi sepultado neste domingo, no Cemitério de Cristo Redentor.

Veja também

A expectativa em torno da inflação nos Estados Unidos interrompeu a sequência de três quedas...

Últimas notícias