Gestores de parques da Funesp são capacitados para atuarem como colaboradores no combate ao Aedes aegypti

O treinamento é realizado pela Sesau e busca ter um maior controle dos focos de transmissão da Dengue, Zika e Chikungunya nos parques e praças
| 28/01/2022
- 21:53
Ao todo
Ao todo, 40 pessoas entre gestores e colaboradores estão participando das aulas do projeto. - Divulgação

Gestores dos parques da Funesp (Fundação Municipal de Esporte) participaram da capacitação do “Programa Colaborador Voluntário”, realizada pela (Secretaria Municipal de Saúde). A ação tem como intuito a atuação dos gestores como colaboradores voluntários no combate ao e assim, fortalecer a cultura da prevenção, evitando as doenças de caráter endêmico e epidêmico

Dessa forma, o curso pretende levar, através de medidas, o controle mecânico para eliminar recipientes que são abrigo para o vetor transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

A capacitação teve início nesta manhã no Parque do Sóter. Ao todo, 40 pessoas entre gestores e colaboradores estão participando das aulas do projeto. Os parques são geridos pela DAEEL (Diretoria de Administração dos Equipamentos de Esporte e Lazer), da Funesp.

O diretor-presidente da Fundação, Odair Serrano ressalta a importância do treinamento. “Os gestores dos parques, tendo esse tipo de treinamento vem a somar mais no combate ao mosquito, evitando mais focos. A Funesp não mede esforços para também fazer parte em ajudar nessa ação juntamente com outras pastas administrativas”, afirma.

O gestor da praça do bairro da Mata do Jacinto, Anderson do Santos Cesar relata sua experiência de aprendizado. “Achei boa as explicações, tinha coisa que não sabia, em exemplo, que ficava larva de mosquito na água do cachorro. No parque tomamos cuidados com copos, árvores que acumulam água, preenchemos com areia onde acumula. É importante, temos que ter consciência", destaca.

Veja também

Repasse representa R$ 208.899.358,08 para 83 mil matrículas dos servidores estaduais

Últimas notícias