Superlotação em hospitais: em um mês, ocupação de leitos UTI para covid triplica e chega a 107% em MS

Nova onda da doença fez Estado bater recorde de contaminações diárias e elevou internações novamente
| 02/02/2022
- 20:30
MS registrou 16 novos óbitos por Covid-19 nas últimas 24h.
MS registrou 16 novos óbitos por Covid-19 nas últimas 24h. - Henrique Arakaki/Midiamax

Em um mês a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para disparou em todo Mato Grosso do Sul. Mesmo com mais bases voltadas para tratar os pacientes infectados, o número de pessoas contaminadas com o coronavírus não para de aumentar no Estado.

No dia 2 de janeiro de 2022, conforme o Prosseguir, MS tinha 46 unidades para atender o público e 104 leitos de UTI voltados para pacientes com Covid, sendo que a taxa de ocupação era de 24,04%. Um mês depois o cenário é bem diferente. Contando com 70 estabelecimentos e 141 leitos de UTI/Covid-19, a taxa de ocupação é de 107,80%, um crescimento de quase 348,41%.

Nos municípios, o problema é o mesmo. No último dia 2 de janeiro, Campo Grande contava com 5 hospitais, sendo 25 leitos de UTI/Covid-19 e a taxa de ocupação era de 12,04%. Neste dia 1º de fevereiro, a Capital contava com 47 leitos de UTI/Covid-19 e uma taxa de ocupação de 129,79%.  Aumento de 981,58%.

A segunda maior cidade do Estado, Dourados, no começo de 2022 contava com dois hospitais e 19 leitos de UTI/Covid-19, sendo que a taxa de ocupação era de 26,32%. Agora, o município conta com o mesmo número de leitos, mas com ocupação de 121,05%. Crescimento de 359,91%

A região do Pantanal, Corumbá, já tinha uma alta taxa de ocupação de 70% dos 10 leitos de UTI/Covid-19, mas um mês depois, a situação ficou mais crítica já que a cidade continua com o mesmo número de leitos e a taxa de ocupação chegou a 100%. Aumento de pouco mais de 42%.

Ponta Porã também já apresentava grande número de pacientes internados com coronavírus no segundo dia de 2022. Com um e 10 leitos de UTI/Covid-19, a taxa de ocupação era de 80%, mas agora, um mês depois, com o mesmo número de leitos, a taxa é de 170%. Crescimento de 112,5%.

16 novos óbitos por Covid-19 em 24h

O boletim epidemiológico da Covid-19 desta quarta-feira (2) traz 3.006 novos casos em Mato Grosso do Sul em 24h, com 16 mortes registradas no Estado. A média móvel de mortes (dos últimos sete dias) passou de 12,6 para 13,9. Já a média móvel de notificações está em 3.138,1. Até o momento, o total de mortes é de 9.912. Já o número de notificações total é de 431.152.

Veja também

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande) divulgou a escala médica de plantão...

Últimas notícias