Cotidiano

Com 170 casos confirmados, sobe para 10 o número de mortes pela H3N2 em MS

Óbito é de mulher que morreu em Corumbá

Fábio Oruê Publicado em 08/01/2022, às 20h30

None
Foto: Divulgação

Boletim epidemiológico da SES (Secretária Estadual de Saúde) acrescenta mais uma morte pela Influenza H3N2 em 24h em MS, divulgado no final da tarde deste sábado (8). Neste mesmo período foram sete novos casos confirmados pela gripe.

O óbito é de uma mulher de 83 anos de Corumbá. Ela morreu no dia 4 e tinha hipertensão. Com ela, a Cidade Branca acumula três óbitos por H3N2. A primeira, de 76 anos, morreu no dia 28 de dezembro, e a segunda, hipertensa, de 74 anos, faleceu no dia 02 de janeiro.

A letalidade da doença no Estado está em 5,9%. Os novos casos foram registrado em Sidrolândia, Campo Grande, Corumbá, Ladário, Rio Brilhante e Três Lagoas. 

Covid + Influenza

Diante do aumento de casos e para facilitar o acesso à informação e a transparência dos dados, a SES lança a partir deste sábado (8), um novo boletim epidemiológico, reduzido mas contendo dados da Covid-19 e também da Influenza.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, explica que os boletins epidemiológicos passarão a ser diários. “Devido a situação epidemiológica tanto da Covid-19 quanto da Influenza precisamos de transmitir os dados de forma mais simples para que população possa entender, da forma mais dinâmica, como está a evolução de cada agravo. Aquele boletim tradicional, que estávamos já acostumados, mais completo, será mensal. Mas este será mais curto e reunirá as principais informações da Covid e da Influenza”, disse.

Nesta nova etapa, o Boletim Epidemiológico, composto por quatro páginas, apresenta os seguintes indicadores da Covid e da Infuenza: casos novos, média dos últimos sete dias, óbitos, taxa de letalidade, casos confirmados, locais dos óbitos, hospitalização por influenza e os locais de óbitos por influenza.

Jornal Midiamax