Cotidiano

Campo Grande abre 1º consultório de apoio na UPA Universitário para sintomáticos respiratórios

Expectativa é abrir consultórios de apoio em 10 locais da Capital

Dândara Genelhú Publicado em 04/01/2022, às 19h01

None
Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira (4), a prefeitura de Campo Grande abriu o primeiro consultório de apoio na UPA Universitário para atendimento de pacientes sintomáticos respiratórios. Os atendimentos estão sendo reforçados com este tipo de consultório e mais médicos para atender a alta da procura nas unidades de urgência da Capital.

Conforme o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, a estratégia dos consultórios visa evitar a exposição e o contato de um paciente acometido por alguma outra enfermidade com um paciente sintomático respiratório. “Reduzindo assim o risco de uma contaminação cruzada”, explica o secretário.

A procura pelas unidades aumentou nas últimas semanas de dezembro e continua em alta neste início de ano. A prefeitura aponta que unidades que faziam em média 80 consultas por dia, ultrapassaram a marca de 420 atendimentos.

Segundo a prefeitura, a expectativa é ampliar o serviço para as 10 unidades de urgência e emergência do Município, entre UPAs e CRSs (Centros Regionais de Saúde). Os locais já contam com tendas de acomodação e controle do fluxo de pacientes.

Vale lembrar que na última semana, o Município renovou o contrato de 90 médicos e contratou mais 40 novos profissionais para reforçar o atendimento nas unidades. A prefeitura informou que o processo de compra e reposição de medicamentos também está sendo agilizado.

Em caso de prevalência ou agravamento de sintomas como dor de cabeça, falta de ar, calafrios, cansaço excessivo, enjoos e vômitos, é necessário procurar imediatamente atendimento médico.

Jornal Midiamax