Bairro sofre com onda de violência e convoca reunião com PM e até delegado para cobrar ações

De acordo com o presidente da associação de moradores, o bairro vem enfrentando problemáticas como assaltos, roubos, furtos e grande número de usuários de droga
| 01/04/2022
- 18:06
Bairro sofre com onda de violência e convoca reunião com PM e até delegado para cobrar ações
Divulgação/Leitor Midiamax

A Associação de Moradores do Residencial Ronaldo Tenuta, na Vila Fernanda, em conjunto com o Clube de Mães da Vila Fernanda, se reuniu com policiais da 10⁰ CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar), delegado de polícia do 6⁰DP, Guarda Civil Metropolitana, Conselho de Segurança da Lagoa e conselho local de da USF Vila Fernanda, comerciantes e moradores para discutir melhorias para o bairro, nesta sexta-feira (1).

De acordo com o presidente da associação de moradores, Carlos Alberto Romero, o bairro Vila Fernanda vem enfrentando problems como assaltos, roubos, furtos e grande número de usuários de droga, em sua maioria menores de idade. Os furtos, geralmente, são de fios em residências e aquecedores.

Por este motivo, a associação de moradores e o Clube de Mães se uniram para expor os problemas recorrentes do bairro e apresentar as solicitações dos moradores. "Apresentamos a necessidade de que a autoridade policial do 6⁰ DP pudesse realizar os levantamentos de praxe, seja com base nos números e estatísticas e realizar investigações para chegar às bocas de fumo, receptadores de material de cobre e outros e também aos receptadores de produtos roubados em residências", descreve.

Ainda conforme Carlos Alberto também foi solicitado a 10⁰ CIPM patrulhamento e ações de prevenção ao crimes do bairro.

Sobre a reunião com as autoridades, o presidente da associação acredita que o diálogo entre as intituições pode contribuir para soluções mais rápidas. "Podemos observar que o diálogo da população, comerciante e lideranças comunitárias resultam em aliança e oportunidades para que soluções mais rápidas sejam alcançadas", destaca.

WhatsApp: Fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

leitor enviou as imagens ao WhatsApp do no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com sigilo previsto pela lei.

Veja também

O número total de resgates é um pouco inferior ao mesmo período do ano de 2021, que foi 1.348

Últimas notícias