Após temporal, 15 árvores caem e 6 bairros de Campo Grande ainda estão sem energia

Os ventos atingiram 60 km/h, segundo a meteorologia e foram registrados mais de 38 mil raios
| 19/01/2022
- 14:22
Rua bloqueada após queda de árvore
Rua bloqueada após queda de árvore - (Foto: Henrique Arakaki)

Na manhã desta quarta-feira (19) moradores de Campo Grande contabilizam os estragos causados pelo temporal registrado na tarde de ontem (18). Cerca de 15 ocorrências de queda de árvore foram acionadas para o e seis bairros ainda estão sem energia elétrica.

Telma Lima Paes, moradora do bairro Oliveira, conta que levou um susto ao chegar em casa e ver que os galhos da árvore caíram próximo a sua casa, na Rua Carmem Bazano Pedra. “Eu e meu esposo estávamos no mercado na hora da tempestade, quando chegamos já estávamos sem luz. A velocidade do vento também quebrou meu padrão”, disse.

[Colocar ALT]
Casa de Telma está sem luz após a queda do padrão, devido a ventania. (Foto: Leitor Midiamax)

Já na Rua Damasco, Vila Almeida, região do grande Santo Amaro, uma árvore também caiu e bloqueou o trânsito parcialmente. A raiz arrancou a calçada, e por conta do tamanho dos galhos, a árvore ficou atravessada da rua.

Na Rua Olipe Serra, no Jardim Imá, outra árvore caiu sobre muros e deixou um morador sem luz, desde a tarde de ontem. Os longos galhos ainda bloqueiam a passagem de veículos na rua. O Corpo de Bombeiros atendeu 15 chamadas de queda de árvore, mas sem feridos.

Em nota, a Prefeitura Municipal informou que equipes estão trabalhando na remoção de árvores que caíram com o temporal, mas não detalhou o número de regiões. “Prioridade para desobstrução de ruas e onde há risco para a população”, comunicou em nota.

Já a concessionária disse que a chuva com granizo, acompanhada de ventos fortes e descargas atmosféricas, provocou queda de energia pontual em algumas localidades da Capital, sendo os bairros mais impactados o Caiçara, Conjunto José Abrão, Jardim Panamá, Santo Amaro, Amambai e Ana Maria do Couto.

“Os ventos alcançaram o marco de 60 km/h nas regiões Oeste e Noroeste da cidade. No estado, foi registrado um total de 38.334 descargas atmosféricas. As equipes continuam em campo conforme plano de contingência acionado para que o restabelecimento total seja feito o mais breve possível”.

A concessionária também explicou que, para esses casos, orienta os consumidores a priorizarem o atendimento pelo (Gisa): (67) 9 9980-0698 e aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular.

Veja também

"Aquilo é de verdade?", questiona a moradora

Últimas notícias