Filhote de veado órfão após atropelamento da mãe é resgatado em rodovia de MS

O filhote não apresentava ferimentos, foi alimentado, hidratado e encaminhado ao Cras de Campo Grande
| 02/06/2022
- 13:19
Filhote de veado órfão após atropelamento da mãe é resgatado em rodovia de MS
Foto: Divulgação/PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia resgatou um filhote de veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus) nas margens da rodovia MS 316, no município de Inocência, a 330 quilômetros de Campo Grande, na última quarta-feira (1º). A equipe foi acionada por uma da cidade, que relata que a do animal foi morta, vítima de atropelamento.

Os policiais militares ambientais resgataram o filhote que não apresentava ferimentos. Após ser alimentado e hidratado, foi encaminhado ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) em Campo Grande para sua reintrodução na natureza.

Segundo a PMA, o motorista que atropelou a mãe do filhote não socorreu o animal e também não avisou os órgãos públicos competentes sobre o ocorrido.

O que fazer em um atropelamento de animais?

A PMA esclarece que atropelar um animal sem intenção não é crime e caso isso aconteça é necessário parar o veículo em local seguro e, com segurança, verificar se o animal está morto. Se não estiver, é possível realizar o socorro. Caso ele esteja morto e na pista de rolamento, com segurança, a orientação é levá-lo para o acostamento, para evitar que outro usuário da rodovia possa vir a se acidentar.

É importante também avisar sobre o ocorrido para o órgão público competente mais próximo. No caso específico do veado, a orientação também é avisar um órgão público para que o animal não fique suscetível a outros acidentes.

Veja também

Últimas notícias