Cotidiano

Ano de 2022 vai ser de mais chuvas em MS, segundo Inmet

No entanto, não é previsto melhora do déficit de chuvas causado pela seca

Fernanda Feliciano Publicado em 04/01/2022, às 15h24

O período de chuvas previsto no MS é de janeiro a março.
O período de chuvas previsto no MS é de janeiro a março. - Arquivo/Midiamax

Nesta terça-feira (04), o governo do estado de Mato Grosso do Sul decretou situação de emergência nos 79 municípios devido à seca, por um prazo de 180 dias, de acordo com o Diário Oficial do Estado. O ano de 2022 promete ser de mais chuvas em Mato Grosso do Sul mas o alerta das secas ainda permanece. 

Conforme comparativo divulgado pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), na região Centro-Oeste o índice de chuvas no ano de 2020 ficou 52% abaixo do normal, além de ser considerado o ano mais seco desde 1961. Em 2021, o índice de chuvas foi maior em relação a 2020, sendo de 32%, mas também não registrou chuvas acima da média. 

Em relação ao ano de 2022, o Inmet afirma que há perspectivas de normalização das chuvas no estado de Mato Grosso do Sul, no entanto, não significa que o déficit da seca que se vive atualmente vai melhorar. As chuvas estão previstas para o período entre janeiro e março, meses já tipicamente chuvosos, com índices dentro da normalidade. 

Ainda segundo o Instituto, o esperado é que em 2022 chova mais que em 2021. 

Jornal Midiamax