Agentes comunitários de saúde e de endemias terão auxílio-alimentação no valor de R$ 494

Decreto regulamenta o benefício, como compensação financeira para atender à necessidade da alimentação durante a jornada de trabalho
| 25/02/2022
- 13:05
Agentes comunitários de saúde e de endemias terão auxílio-alimentação no valor de R$ 494
(Foto: Divulgação | PMCG)

Os servidores públicos municipais, que atuam nos cargos de agentes comunitários de saúde, agentes de saúde pública e agentes de combate a endemias terão auxílio-alimentação no valor de R$ 494, conforme publicação extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), dessa quinta-feira (24). 

O decreto regulamenta a concessão do benefício aos servidores, como compensação financeira para atender à necessidade da alimentação durante a jornada de trabalho.

Conforme o Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), o auxílio-alimentação será mensal e não será pago junto com o benefício do bolsa alimentação. A exceção só é válida para aqueles servidores que estiverem cedidos a outro órgão ou outra entidade que não pertença à administração direta ou indireta da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

O servidor também não pode ter falta injustificada, atrasos no registro de sua frequência, cuja somatória, no mês, atinja o tempo equivalente a uma jornada diária de trabalho de seu cargo, mais de dois dias de dispensa sem remuneração e também se estiver em licença para desempenho de mandato eletivo. 

O decreto entra em vigor a partir de 1º de março de 2022.

Veja também

Foram abertas 1.470 vagas para os cursos de Espanhol Básico I e II, Inglês Básico I e II, Operador de Computador e Vendedor.

Últimas notícias