Em nota, o lamentou a perda e destacou que Xandão não resistiu após sequelas da covid. “A sua história e sua trajetória, estarão sempre em nossos corações e mentes, saudamos o seu legado que com certeza, irá compor as novas lutas que vem pela frente, por uma Reforma Agrária Popular”.

O velório está sendo realizado na sede do MST-MS, nesta terça-feira, desde as 7h, na Rua Juruena, nº 309, bairro . O sepultamento será às 16h30, no Cemitério Memorial Park, em .

Saiba Mais