Cotidiano

Xandão do MST morre aos 40 anos em Campo Grande vítima de sequela da covid

Sepultamento de Alexandre Sabala acontece na tarde desta terça-feira

Gabriel Maymone Publicado em 07/12/2021, às 11h49

Alexandre Sabala, do MST
Alexandre Sabala, do MST - Divulgação

Alexandre Sabala, conhecido como Xandão do MST-MS (Movimento Sem Terra de Mato Grosso do Sul), morreu aos 40 anos, nesta segunda-feira (6), em Campo Grande.

Em nota, o MST lamentou a perda e destacou que Xandão não resistiu após sequelas da covid. "A sua história e sua trajetória, estarão sempre em nossos corações e mentes, saudamos o seu legado que com certeza, irá compor as novas lutas que vem pela frente, por uma Reforma Agrária Popular".

O velório está sendo realizado na sede do MST-MS, nesta terça-feira, desde as 7h, na Rua Juruena, nº 309, bairro Taquarussu. O sepultamento será às 16h30, no Cemitério Memorial Park, em Campo Grande.

Jornal Midiamax