Cotidiano

Vila Almeida sedia Campeonato Estadual de Boxe neste fim de semana

O campeonato será no Centro Poliesportivo Mamede Assem José, sábado e domingo

Lucas Mamédio Publicado em 10/09/2021, às 18h49

None
(Foto: Reprodução)

A arena montada no Centro Poliesportivo Mamede Assem José (Vila Almeida), em Campo Grande, vai receber, neste sábado e domingo (11 e 12), o Campeonato Estadual de Boxe 2021. A competição tem apoio do Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Segundo a Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul (FDBMS), serão 92 boxeadores de 12 municípios, representando 13 clubes. Ainda participarão atletas convidados de São Paulo e Mato Grosso. As lutas vão começar no sábado (11), a partir das 18h30, e continuarão no domingo de manhã, com início às 9h.

O evento, o primeiro presencial da modalidade desde o início da pandemia, seguirá protocolos de biossegurança para a Covid-19. De acordo com a Federação, a entrada será limitada a 150 torcedores convidados. Haverá sorteio de prêmios durante a competição aos atletas filiados e público.

Entre os destaques sul-mato-grossenses estão Valdeir Célio (69kg), Igor Arguelho (63 kg) e Kevin Xavier (63 kg), Paulo Lima (75 kg), Davi Brito (67 kg na juvenil) e o corumbaense Paulo Dornellas (60kg juvenil), além de boxeadores com experiência nacional e detentores de títulos em competições estaduais.

A campeã e a vice-campeã do ano passado, CT Pantaneiro/Moreninhas e Vila Popular, respectivamente, estão entre as favoritas. Outras equipes tradicionais, como Top Team Fighters, Dragão Branco, Studio Reis e Aton Fight também entram na disputa. Do interior, clubes de Ponta Porã, Dourados e Corumbá também vão em busca do título.

A presidenta da FDBMS, Edna Souza, explica que o convite a agremiações de outros estado objetiva elevar o nível técnico do Campeonato Estadual e também contribui na no preparo de atletas sul-mato-grossenses, que visam competições nacionais. “A iniciativa de abrir espaço para alguns atletas de outras escolas do boxe nacional só tende a contribuir para melhorar a qualidade do nosso boxe”.

Jornal Midiamax