Cotidiano

Veja público-alvo e locais de vacinação contra a covid-19 neste domingo em Campo Grande

Pessoas pertencentes a quatro grupos prioritários diferentes devem procurar um dos cinco postos de imunização

Jones Mário Publicado em 25/04/2021, às 07h52 - Atualizado às 07h55

Vacinação contra a covid-19 em Campo Grande
Vacinação contra a covid-19 em Campo Grande - Henrique Arakaki/Midiamax

A campanha de vacinação contra a covid-19 continua neste domingo (25) em Campo Grande. Em fase de repescagem, pessoas pertencentes a quatro grupos prioritários diferentes devem procurar um dos cinco postos de imunização.

Segundo a prefeitura, podem receber a primeira dose, hoje, quem tem 60 anos ou mais; pessoas com 59 anos completos, nascidas de janeiro a julho; e trabalhadores da Saúde de 35 anos ou mais.

Também devem se vacinar neste domingo pessoas com 18 anos ou mais que tenham as seguintes comorbidades ou condições: deficiência visual, deficiência auditiva, deficiência intelectual, TEA (Transtorno do Espectro Autista), paralisia cerebral, pacientes com câncer com doença ativa em tratamento, transplantados, renais crônicos, traqueostomizados, imunossuprimidos e Síndrome de Down.

Para este público-alvo, é necessário apresentar laudo médico no ato da imunização. Todos os grupos devem fazer cadastramento prévio no site vacina.campogrande.ms.gov.br e levar documento de identificação para receber a vacina.

A dose aplicada hoje é do lote da Astrazeneca. Pessoas com a segunda dose da CoronaVac agendada devem aguardar nova convocação.

Os polos de vacinação abertos neste domingo são os do Ginásio Guanandizão; os drive-thrus do Parque Ayrton Senna e do Centro de Convenções Albano Franco; e o Hospital da Cassems, com atendimento até 17h.

Também é possível receber a imunização no IMPCG (Instituto Municipal da Previdência de Campo Grande), que funciona até 16h30.

Segundo o vacinômetro da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), 170,7 mil pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 em Campo Grande. Destas, 66,6 mil já foram imunizadas em duas doses.

Professores e puérperas já podem fazer cadastramento prévio

Com isso, o município cadastra previamente trabalhadores da Educação e puérperas até 45 dias após o parto. Os públicos devem entrar nas próximas fases da campanha.

Jornal Midiamax