Cotidiano

Aferição de temperatura e mesas afastadas: confira como será retorno às escolas de Campo Grande

Aulas presenciais voltam nesta segunda-feira (26) após um ano e meio de ensino a distância

Lucas Mamédio Publicado em 25/07/2021, às 14h48

None
(Foto: Divulgação)

Após um ano e meio de aulas a distância por conta da pandemia, as escolas municipais voltam nesta segunda-feira (26) de forma presencial em Campo Grande. Para evitar que a circulação de 109 mil alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) aumente a disseminação da Covid-19, a Prefeitura montou extenso protocolo de biossegurança.

O regramento vai desde horários escalonados na entrada dos alunos, passando pela obrigatoriedade de uso de máscara e aferição da temperatura, até o distanciamento entre carteiras e filas marcados no chão.

Na semana passada, os professores passaram por capacitação para esclarecer a execução destas normas de biossegurança.  A lavagem das mãos e demais cuidados com a higiene pessoal e do ambiente também serão orientações comuns nas dependências das escolas, assim como o uso de álcool.

[Colocar ALT]
Entrada de escola municipal em Campo Grande (Foto: Divulgação/PMCG)

Com o retorno às aulas presenciais, as salas de aula terão ocupação entre 25% e 50% com revezamento semanal, de acordo com a metragem do espaço para garantir o distanciamento necessário. Os pais ou responsáveis pelos alunos devem manifestar por escrito se o estudante irá frequentar as aulas presenciais. O documento está disponível nas unidades escolares e também no site da Semed (Secretaria Municipal de Saúde).

Normas de biossegurança

- Será realizada a higienização de espaços físicos e mobiliários com a frequência necessária;

- Será realizada a aferição de temperatura de todas as pessoas que comparecerem às unidades escolares;

- Serão distribuídas duas máscaras de pano para todos os alunos;

- Serão disponibilizados dispensers de álcool em gel 70% em todos os espaços físicos da unidade escolar, especialmente em salas de aula e em pontos estratégicos como a entrada da escola, refeitórios e próximo a bebedouros;

- Serão disponibilizados dispensers de sabonete líquido e papel toalha nos sanitários;

- Garantir a efetiva utilização de máscaras de proteção, higienização das mãos e distanciamento físico.

Orientação aos pais

 - Encaminhar junto ao aluno uma garrafa de água para utilização no período de permanência na escola;

 - Enviar o aluno com máscara de proteção, pois o uso é obrigatório;

   ATENÇÃO: pais e responsáveis não deverão enviar o aluno para a escola caso o mesmo apresente dor no corpo, dor de garganta, calafrios, coriza, tosse, dor abdominal, diarreia, dor no peito, manchas pelo corpo ou febre (37,5º C ou superior), perda de paladar ou do olfato.

Jornal Midiamax