Cotidiano

Vamos ajudar a Júlia? Menina precisa fazer exame de R$ 6 mil para tratar doença genética

Menina precisa realizar exames para poder ter um tratamento de saúde adequado

Mariane Chianezi Publicado em 28/06/2021, às 16h32

Júlia tem 2 anos e precisa realizar exame para descobrir doença genética ainda não identificada
Júlia tem 2 anos e precisa realizar exame para descobrir doença genética ainda não identificada - De arquivo pessoal

Prestes a completar 2 anos, Júlia Caroline já luta pela vida desde que nasceu. A menina, que passou mais da metade da idade dentro de hospitais, agora precisa realizar um exame com especialista, no valor de R$ 6 mil, para pode tratar uma doença genética. O valor do exame não é coberto pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e família pede por ajuda aos moradores.

Conforme informou a avó da criança, Cristina Lima, a menina precisa primeiro passar por uma consulta com médica geneticista e depois, realizará esse exame. O procedimento irá identificar qual a doença genética que Júlia tem com exatidão, pois até então, a menina ainda não foi classificada. 

“Ela ficou oito meses internada, dependia de oxigênio. Ela teve alta, foi para casa, mas depois ela precisou retornar para o hospital para realizar uma cirurgia na barriga. Desde então ela apresenta esses problemas de saúde”, explicou a avó.

Diante de vários exames e nenhuma resposta sobre qual o problema de saúde da menina, os médicos encaminharam a menina para atendimento com uma geneticista. No entanto, o SUS não presta a assistência para a especialidade e família corre contra o tempo para ajudar a criança.

“A consulta com a médica é R$ 600 e a gente está levantando esse dinheiro. Pelo menos para ir conhecer a médica logo. Porém, o exame custa R$ 6 mil. Já realizamos uma venda de galinha, fizemos vaquinha on-line, mas ainda não conseguimos o dinheiro”, disse Cristina.

A família disponibilizou um código PIX para quem quiser contribuir: 638.821.241-72. Para quem quiser conhecer a família e saber mais de Júlia, pode entrar em contato com Cris pelo (67) 99341-1993.

Jornal Midiamax