Cotidiano

'Usaram marreta': Dos 25 bancos, 12 são depredados na Afonso Pena

Responsável pela manutenção está no local

Renata Fontoura e Ranziel Oliveira Publicado em 25/09/2021, às 07h39

Bancos são bastante usados por frequentadores do Parque das Nações Indígenas
Bancos são bastante usados por frequentadores do Parque das Nações Indígenas - Marcos Ermínio, Jornal Midiamax

Ato de vandalismo foi flagrado na manhã deste sábado (25), na Avenida Afonso Pena, em frente ao Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Dos 25 bancos, 12 foram destruídos. 

No local, realizando a manutenção, está Donizete Simão, de 58 anos. "Esses bancos não quebram na mão. Não tem jeito. Só com marreta!", explica o homem que está há 10 anos na área. 

Simão, responsável pela manutenção dos bancos, está trabalhando no local.

Conforme Simão, os bancos possuem ferro do meio, comprovando que o autor da depredação teria realmente usado algo muito resistente para a destruição. 

Os bancos depredados são muito usados por frequentadores do parque, ou da avenida mesmo, para se refrescarem, tomarem água de coco ou açaí. 

Jornal Midiamax