Cotidiano

UFMS prorroga medidas de proteção contra o coronavírus até 31 de julho

Aulas seguem no formato híbrido

Ranziel Oliveira Publicado em 15/06/2021, às 17h21

Fachada da Universidade
Fachada da Universidade - (Foto: Divulgação / UFMS)

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) prorrogou as medidas de proteção a comunidade universitária até o dia 31 de julho, com as aulas ministradas no formato híbrido. A ação foi tomada observando o cenário do coronavírus no Estado, e através das análises do COE/UFMS (Comitê Operativo de Emergência) e as diretrizes do plano de biossegurança da universidade, nesta terça-feira (15).

As medidas de proteção à Comunidade Universitária e o Plano de Biossegurança foram desenvolvidos de acordo com as recomendações das autoridades sanitárias e com os diversos cenários possíveis da Covid-19. Assim, já contemplam as deliberações dos decretos municipais e estaduais já emitidos e que possam vir a ser publicados. A Universidade segue em funcionamento, garantindo aos estudantes e servidores os direitos fundamentais à Saúde e à Educação.

Durante o mês de julho as aulas teóricas devem ser ministradas pelo Ensino Híbrido, por meio do Ensino Remoto de Emergência ou EaD. Segue autorizada a realização de atividades práticas dos cursos graduação e pós-graduação, ações e projetos de atendimento nas unidades, de projetos de pesquisa, extensão, inovação e empreendedorismo. Para tal, é necessário observar o Plano de Biossegurança da UFMS e obter a autorização de cada coordenador e dirigente da unidade.

Estudantes, professores e técnicos devem continuar a realizar de maneira remota as atividades, já serviços essenciais como segurança, limpeza, conservação, manutenção, obras e transporte seguem mantidos presencialmente. A recomendação é que cada gestor acompanhe a situação de sua equipe, coordenando as atividades.

As medidas valem para a Cidade Universitária e para todos os câmpus. Todas as análises da disseminação da Covid-19 e o grau de risco para cada um dos dez municípios, segundo o mapa divulgado pelo governo do estado de Mato Grosso do Sul, são atualizadas no canal de comunicação ufms.br/coronavírus.

Jornal Midiamax