Cotidiano

Três Lagoas estuda aumentar a lotação do shopping e retirar o limite de pessoas em bares e restaurantes

Sugestões serão enviadas para o prefeito do município

Ranziel Oliveira Publicado em 23/09/2021, às 14h40

Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Três Lagoas
Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Três Lagoas - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Três Lagoas)

Os membros do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Três Lagoas se reuniram para discutir novas ações, nesta quinta-feira (23). Entre as recomendações, está o aumento da lotação máxima do shopping e cinema para 70%, a retirada do limite de pessoas por mesa em bares e restaurantes, e a ampliação para 70% da capacidade dos cultos. As medidas serão levadas para deliberação do prefeito, Angelo Guerreiro.

A secretária de Educação e Cultura, Angela Brito, no uso de sua palavra, informou aos membros presentes sobre os planejamentos e ações que estão sendo providenciados pela educação para o término das aulas remotas dos alunos no início de outubro e a volta de projetos sociais para o início de novembro.

Recomendações

Entre os assuntos discutidos na reunião, a liberação de parquinhos e praças públicas, incluindo a academia ao ar livre; a liberação de brinquedos infláveis, circo e aumento da lotação máxima e cinema para 70% de ocupação no Shopping Três Lagoas.

A liberação do uso de ar-condicionado em escolas, seguindo o protocolo de segurança com a recomendação de deixarem abertas portas e janelas de tempo em tempo também foi sugerido pelos membros, além da liberação do pátio escolar com número maior de alunos e dos brinquedos.

Eventos, restaurantes e templos

Será levada para a análise do prefeito de Três Lagoas também a liberação da Carreata da Alegria; a retirada do limite de pessoas por mesa (bares, restaurantes, estabelecimentos similares, eventos), mantendo somente o distanciamento das mesas; a liberação dos eventos de formatura e o aumento no número de participantes em Buffets para 80% da capacidade do local.

Também será encaminhada para análise do executivo a alteração no decreto sobre o uso de luvas em self service.

Os membros do Comitê sugeriram, ainda, com relação aos templos religiosos, a ampliação para 70% da capacidade dos cultos, mantendo o distanciamento.

Jornal Midiamax