Cotidiano

Trabalhos de reparos na rede elétrica se concentram em duas cidades de MS após temporais

Atendimentos são por ordem de prioridade em situações que envolvam riscos a segurança

Fábio Oruê Publicado em 25/10/2021, às 16h24

Plano de Contingência para minimizar os impactos causados na rede elétrica está sendo executado
Plano de Contingência para minimizar os impactos causados na rede elétrica está sendo executado - Foto: Divulgação

Após os temporais que atingiram Mato Grosso do Sul nos últimos dias, os trabalhos para recuperação da rede elétrica e normalização dos serviços da Energisa, concessionária que administra o sistema elétrico no Estado, se concentram em duas cidades do inteior. 

Conforme a empresa, na manhã desta segunda-feira (25), reforço foi enviado para os municípios de Nova Andradina e Naviraí, que já tinham trabalho 'ininterrupto'. A concessionária aumentou em dez vezes a quantidade de equipes nos atendimentos, inclusive com transporte em voo fretado de colaboradores de outros estados.

Em nota, a Energisa informou também que, ao longo dos últimos dez dias, colocou em prática o Plano de Contingência para minimizar os impactos causados na rede elétrica depois dos três temporais severos que atingiram MS na quinta (14), sexta-feira (15) e madrugada de domingo (24). Depois de Campo Grande, os municípios da região sul foram os mais afetados.

Rescaldo

Até o momento, já foram encontrados mais de 600 postes caídos e 166 transformadores queimados por raios, que ultrapassaram entre a noite de sábado (23) e a manhã de domingo, 951.898 descargas elétricas em todo MS - uma elevação de 64% se comparado ao mesmo período do ano passado.

Em assentamentos e propriedades rurais, a Energisa disponibilizou um helicóptero para realizar, mais rapidamente, inspeções aéreas, devido à dificuldade de acesso pelas equipes e quantidade de defeitos identificados. "Os reparos são de altíssima complexidade e por isso levam mais tempo", traz a nota.

Serviço

A Energisa esclareceu que o atendimento aos clientes segue por ordem de prioridade em situações que coloquem a segurança da comunidade em risco, bem como aos hospitais e unidades de saúde, com apoio na logística para abastecimento dos geradores.

A empresa orientou os consumidores a priorizarem o atendimento pelo WhatsApp (Gisa): (67) 9 9980-0698 e aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular).

Jornal Midiamax