Cotidiano

Testou positivo para covid e perdeu o Enem? Saiba como reagendar a prova

A reaplicação deverá ser solicitada pela internet até 3 de dezembro

Gabriel Neves Publicado em 28/11/2021, às 16h28

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Arquivo/Midiamax)

O Enem 2021 é realizado em meio a pandemia de covid-19 que ainda atinge o Brasil, apesar de controlada, novos casos continuam a surgir a cada dia e o diagnóstico positivo pode acabar alterando os planos dos estudantes que iriam realizas as provas aplicados neste domingo (28) e no anterior (21).

Quem não pode realizar alguma das duas etapas da prova por testar positivo para a covid-19 ou apresentar sintomas da doença, poderá pedir para participar da reaplicação do exame. A reaplicação será nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022 e deve ser solicitada na Página do Participante, entre 29 de novembro e 3 de dezembro, junto com a documentação que comprove a condição de saúde do inscrito.

A documentação deve apresentar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição de saúde do inscrito e o código correspondente à CID 10 (Classificação Internacional de Doença). O documento deve estar legível e constar a assinatura e a identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), tem direito a reaplicação o participante que apresentar sintoma de covid-19 na semana que antecede o primeiro ou o segundo dia do exame.

A mesma orientação serve para quem estiver com alguma das outras doenças infectocontagiosas listadas nos editais do Enem impresso e Digital:

  • Tuberculose
  • Coqueluche
  • Difteria
  • Doença invasiva por Haemophilus influenza
  • Doença meningocócica e outras meningites
  • Varíola
  • Influenza humana A e B
  • Poliomielite por poliovírus selvagem
  • Sarampo
  • Rubéola
  • Varicela

O Inep analisará a documentação comprobatória das condições dos participantes. Quem tiver a documentação aprovada terá a participação garantida na reaplicação.

A aplicação da prova para essas pessoas ocorre na mesma data da aplicação do exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021 e para os participantes isentos da taxa de inscrição em 2020, que por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)  tiveram nova oportunidade de inscrição no Enem.

Jornal Midiamax