Cotidiano

A televisão em tempos de pandemia: Com milhares de pessoas em casa, o modo de consumir as mídias mudou

Produção Publicado em 27/04/2021, às 10h08

None
Foto: Ilustrativa

Em 2020, tudo o que era conhecido como modo normal de viver se transformou em algo totalmente diferente. Com o coronavírus se espalhando cada vez mais pelo mundo afora, a única e melhor alternativa que de início foi encontrada para a contenção da expansão desse pelo mundo foi a instauração do isolamento social. Se menos pessoas circulassem pelas ruas, menos pessoas iriam se contaminar e, logo, a vida de mais cidadãos seria assegurada.

No início do isolamento social, as pessoas ainda não sabiam como passar tantas horas em casa apenas esperando algo que não era, naquele momento, bem definido. Por isso, milhares de famosos, celebridades ou até mesmo pessoas comuns, começaram a fazer lives e outros eventos totalmente onlines para que a população em geral tivesse um meio de se distrair de tudo o que acontecia porta a fora.

Desse modo, portanto, com esses eventos aliados a diversos outros que eram transmitidos pela televisão aberta, ocorreu uma  gigantesca migração de toda a população para as telas. Impedidos de sair de casa, a TV, desse modo, ganhou uma nova roupagem. Ademais ao caráter comum de comunicação e entretenimento que a televisão já tinha antes da pandemia, com milhares de pessoas em casa, ela se tornou um modo ainda mais consolidado de tecnologia.

Antes da difusão da internet, as notícias, além dos jornais impressos e das rádios, eram somente alvo de transmissão pelas redes televisivas de comunicação. Não só isso, a televisão também incorporou a si um meio de entretenimento que, por anos, foi ímpar na vida de milhares de pessoas. Nos sábados preguiçosos em que se preferia ficar em casa, a televisão desempenhava um papel decisivo no entretenimento dos moradores.

Se antes mesmo do isolamento social a televisão já tinha uma função única que a tornava uma das primeiras escolhas no que diz respeito a passar o tempo de uma forma rápida e divertida, agora, com milhares de pessoas dentro de casa tentando encontrar um modo de passar o tempo que as tire da realidade assustadora que 2020 impôs por, ao menos, alguns minutos, a televisão está ainda mais consolidada.

Por meio de filmes, séries, programas transmitidos por emissoras, e agora com a internet como uma rede globalizada que une povos e culturas, a televisão também tem papel essencial para os telespectadores de vídeos e outros conteúdos que são divulgados na internet. Com as televisões smart, a população pode, enfim, migrar das grande telas que apenas transmitiam jornais e algumas novelas para programas escolhidos a dedo pelo próprio usuário.

Assim, na pandemia, o índice de pessoas que assistem TV aumentou. O tempo de exibição em telas de TV cresceu 120% em relação a 2019 - são mais de 40 milhões de brasileiros assistindo aos conteúdos disponíveis na plataforma pela televisão.  Do mesmo modo, portanto, a procura por melhores aparelhos também cresceu. Deixar os modelos antigos e entrar, finalmente, no século XXI das televisões foi um desejo que disparou no isolamento social. Por ficarem mais horas em frente das telas, o usuário começou a perceber que determinado tipo de aparelho não se adequava mais ao seu uso e, portanto, decidia, enfim, mudar de televisor.

Apesar de ser uma decisão fácil de se tomar, escolher um novo modelo de televisão ideal e que se adeque ao seu estilo de uso pode ser trabalhoso. Com milhares de modelos espalhados pelo mercado, as televisões, principalmente aqui no Brasil, ocupam um setor de tecnologias que exigem um alto investimento. Segundo Matheus Marques, criador do site Reviewtv e especialista em análises desses aparelhos, “no Brasil, as tecnologias, em sua maioria, têm um valor muito maior em comparação com outros países. Apesar de termos um grande polo industrial, os cidadãos brasileiros ainda sofrem com um baixo poder de compra".

Desse modo, visando o crescimento da procura por TV's, mas também o seu alto custo que é inviável e ainda sob a ótica do cenário mundial da estagnação da economia, para adquirir um bom produto com um preço justo, é necessário que o consumidor pesquise em diversos ambiente virtuais sobre as características e atribuições de cada modelo. Entretanto, "pesquisar produto por produto pode ser difícil, já que existem milhares de modelos de televisão no atual mercado", completa Matheus.

Com o objetivo de facilitar a pesquisa e ajudar na decisão da compra do melhor aparelho de televisão, o site ReviewTV.com.br oferece dezenas de análises sobre os mais diversos modelos de produtos. Oferecendo a oportunidade de aliar as necessidades de cada comprador às verdadeiras atribuições de cada aparelho, o site ajuda milhares de consumidores a encontrar a televisão ideal para o seu uso. As análises, que são feitas por especialistas de acordo com as recomendações dos próprios usuários, ajudam você a encontrar a televisão ideal para você e sua família.

Acesse ReviewTV e transforme o seu isolamento social encontrando a melhor televisão para a sua necessidade.

Jornal Midiamax