Cotidiano

Sintomas gripais mesmo após vacina devem ser encarados como suspeita de Covid

Tem muita gente vacinada circulando com sintomas de gripe achando que não é Covid, mas autoridades de saúde condenam atitude

Lucas Mamédio Publicado em 13/09/2021, às 08h24

None
(Foto: Reprodução)

Tem muita gente vacinada achando que a imunização é passaporte garantido para a vida normal, inclusive se a pessoa estiver com sintomas de gripe. Esse sentimento, para além de ser perigoso, não é coerente com a orientação das principais autoridades de saúde.

O sintoma da gripe normal tem muitas semelhanças com os da variante Delta em vacinados, daí o risco. Em entrevista ao portal UOL, neste mês, a pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcomo, afirmou que "a variante delta não respeita vacinado".

"Estamos vendo gente adoecer, tenho pacientes hoje com duas doses da Coronavac e uma Janssen que tomou na França e está doente com carga viral grande, mas não é caso grave".

Segundo a infectologista Priscila Alexandrino, qualquer sintoma de gripe, mesmo em vacinados, deve ser encarado como suspeita de Covid, ainda mais num cenário de variantes como a Delta.

“A pessoa não sabe se tem o vírus ou não. Caso tenha qualquer sintoma é preciso realizar o teste e fazer o isolamento social”.

Para a médica, as empresas também precisam tomar esse cuidado e afastar qualquer funcionário com sintomas gripais. “É preciso que o empregado informe à empresa para que ele seja dispensado até ter certeza. Existem casos não só de pessoas que pegam a Covid, como casos de agravamento”.

No caso da Delta em específico, Alexandrino explica que os estudos apontam para uma maior transmissibilidade. “Contudo, ainda há estudos para comprovar a eficácia da vacina nesse grupo quanto ao grau de letalidade da variante”.

Jornal Midiamax