Campo Grande confirmou 41 casos da cepa H3N2.

não existe motivo para ‘pânico’

“Em março ou abril de 2022 já vai ter remessa de vacinas para a nova cepa. Não é uma situação de pânico como estamos observando”, explicou.

Mauro também ressaltou que não existe uma prerrogativa do Ministério da Saúde para testar a população para a H3N2 e que os testes estão sendo realizados pelo comércio privado.

“Tem muita gente em busca do teste para H3N2 e eu sei de onde está vindo essa orientação. Temos unidades sentinelas para saber que o vírus está circulando em Campo Grande. Não é prerrogativa do Ministério da Saúde testar a população para a H3N2, o que existe é o comércio privado oferecendo o teste para uma questão comercial”.