Cotidiano

Semed prepara escolas para retorno das aulas presenciais em Campo Grande

Escolas municipais estão sendo equipadas com equipamentos de biosseguranças para receber alunos no dia 26 de julho

Mariane Chianezi Publicado em 28/06/2021, às 15h29

Alunos em sala de aula antes da pandemia da Covid-19
Alunos em sala de aula antes da pandemia da Covid-19 - ilustrativa/Divulgação/PMCG

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) publicou vídeo em suas redes sociais onde mostra como está sendo feito o preparo das escolas para receber os alunos para as aulas presenciais no próximo mês, no dia 26 de julho. O retorno será escalonado e crianças pisarão em sala de aula após mais de um ano estando em teleaulas. 

"Já está quase tudo pronto nas escolas da Reme de Campo Grande para o retorno presencial dos alunos, previsto para acontecer no dia 26 de julho", diz legenda de vídeo. Nas imagens mostram os dispensers de álcool em gel instalados, distanciamento entre os alunos marcados no piso, tanto fora das salas quanto dentro, informativos nos banheiros, funcionários equipados com EPIs e desinfecção dos ambientes.

Neste mês, a Semed informou que segue acompanhando a situação da pandemia em Campo Grande e manteve o calendário de retorno das aulas, relatando que qualquer decisão a ser tomada, será definida próxima à data de retorno.

Aulas escalonadas

Nas atividades escalonadas, uma parte dos alunos vai assistir às aulas presenciais e a outra parte fica em casa realizando as atividades remotas, e na semana seguinte é feita a inversão dos grupos.

A mesma proposta será válida para os estudantes da educação infantil, portanto as Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) também vão receber os alunos por período, e a cada semana será um grupo diferente.

Com isso os alunos das Emeis vão frequentar a aula, em média, a cada duas semanas, de manhã ou à tarde, e não mais em período integral, como ocorria antes da pandemia.

“A medida é para obedecer aos critérios de biossegurança, em relação à quantidade de alunos por sala de acordo com o tamanho do espaço”, finalizou a Semed.

Jornal Midiamax