Cotidiano

Sem conseguir pagar salários e contas, Instituto Luther King pede doações para manter trabalhos

Após a proibição dos eventos, o instituo perdeu sua maior fonte de arrecadação de recursos

Aula realizada no Instituto Luther King antes da pandemia.
Aula realizada no Instituto Luther King antes da pandemia. - (Foto: Divulgação/Instituto Luther King)

Após meses com problemas financeiros, o Instituto Luther King, de Campo Grande, iniciou uma vaquinha para arrecadar fundos para o pagamento de salários e contas mensais. De acordo com instituto, os colaboradores estão há dois meses sem receber.

O instituto trabalha com preparação de alunos para vestibulares e Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) com aulas gratuitas. A fonte de renda, além de doações, vinha de arrecadações que ocorriam durante eventos, proibidos após a pandemia.

Assim, o instituo alega que está com dificuldade para o pagamento de salário de seus seis funcionários além de contas como água e energia, que já estão atrasadas, impossibilitando o trabalho no prédio da instituição.

A direção da instituição desenvolveu uma campanha de doação que pode ser feita por qualquer cidadão nos valores entre R$ 20,00 e R$ 200,00 ou qualquer outro valor que o contribuinte desejar doar para a seguinte conta:

BANCO DO BRASIL

AGÊNCIA: 2916-5

CONTA CORRENTE: 216.604-6

PIX: 05.530.281/0001-08

Jornal Midiamax