Cotidiano

Sem auxílio e desabrigados após cheia do rio, ribeirinhos recebem cestas de alimentos em MS

Diante do fim do auxílio emergencial, atraso do seguro-defeso e proibição da pesca até março, os ribeirinhos da região de Miranda, a 203 km de Campo Grande, tem passado por momentos de dificuldade. A situação fica ainda mais complicada com a cheia do rio devido às chuvas intensas do último mês, que acabou desabrigando famílias […]

Mylena Rocha Publicado em 09/02/2021, às 10h37 - Atualizado às 10h39

Foram entregues 300 cestas de alimentos. (Foto: Ipedi)
Foram entregues 300 cestas de alimentos. (Foto: Ipedi) - Foram entregues 300 cestas de alimentos. (Foto: Ipedi)

Diante do fim do auxílio emergencial, atraso do seguro-defeso e proibição da pesca até março, os ribeirinhos da região de Miranda, a 203 km de Campo Grande, tem passado por momentos de dificuldade. A situação fica ainda mais complicada com a cheia do rio devido às chuvas intensas do último mês, que acabou desabrigando famílias na região. 

Sem auxílio e desabrigados após cheia do rio, ribeirinhos recebem cestas de alimentos em MS
Ribeirinhos ficaram desabrigados na região. (Foto: Ipedi)

O município tem uma Colônia de Pescadores, entidade representativa da classe que têm a pesca artesanal como sua principal fonte de renda. Para amenizar a situação dos pescadores ribeirinhos, o Ipedi (Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural) entregou 300 cestas de alimentos para a colônia, que fez a distribuição para famílias mais necessitadas.

A presidente do Ipedi, Denise Silva, explica que as cestas servem apenas para amenizar um problema emergencial. “Embora nosso trabalho seja focado em aspectos educacionais e culturais, não nos furtamos de estarmos junto com as nossas comunidades neste momento crítico agravado pela pandemia”, disse.

De acordo com o instituto, as cestas básicas foram viabilizadas com apoio do movimento solidário Comitiva Esperança, junto à iniciativa Ação da Cidadania com o apoio do grupo CCR, concessionária de rodovias. A Prefeitura de Miranda e a vereadora Elange Ribeiro (PSD) também apoiaram a distribuição. 

Jornal Midiamax