Cotidiano

SAS recebe 30 cestas básicas arrecadadas durante campanha de vacinação contra coronavírus

Doação foi feita pelo Corpo de Bombeiros de MS

Mylena Rocha Publicado em 13/04/2021, às 11h41

Cestas serão doadas para famílias carentes da Capital.
Cestas serão doadas para famílias carentes da Capital. - Divulgação/PMCG

A SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) de Campo Grande recebeu uma doação com 30 cestas básicas emergenciais do Corpo de Bombeiros. As cestas serão doadas a famílias em situação de vulnerabilidade da Capital. 

A vice-prefeita Adriane Lopes ressalta a importância da solidariedade neste momento de pandemia. “Em nome do prefeito Marquinhos Trad agradeço esse gesto, que faz toda a diferença porque quando esses alimentos chegam na casa de alguém, significa esperança. É muito importante ter essa empatia, de olhar para a necessidade do próximo”, disse.

Os alimentos foram arrecadados no sábado (3), durante a campanha “Corrente do Bem”, realizada no dia de vacinação contra a Covid-19 dos policiais, bombeiros militares e demais profissionais da Segurança Pública. No dia da imunização, uma viatura do Corpo de Bombeiros ficou em cada um dos oito pontos de vacinação para que os militares, após receberem a dose da vacina, doassem 1 kg de alimento não perecível.  

Após serem levados para o quartel do Comando-Geral, os alimentos foram organizados e montados nas cestas pelos próprios militares. O Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros explicou que a ideia de doar as cestas para a SAS foi um gesto de reconhecimento pelo trabalho de atendimento às famílias.

“É o sentimento de salvar vidas, latente no sangue dos bombeiros militares. Por conta das medidas de enfrentamento a Covid-19, muitas pessoas autônomas ou trabalhadoras informais se encontram em situação de privação e o Corpo de Bombeiros Militar também é sensível a esta situação. Também agradecemos ao trabalho que a gestão municipal vem fazendo quanto à vacinação dos militares da Corporação, profissionais da Segurança Pública e da linha de frente de combate à pandemia”,  disse o coronel.

(com informações da Prefeitura de Campo Grande)

Jornal Midiamax