Cotidiano

'Compra 2kg de carne e já acaba': aumento de R$ 112 no salário mínimo decepciona campo-grandenses

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.100

Anna Gomes Publicado em 31/12/2021, às 12h27

Novo salário mínimo é 'pouco' para compensar aumento no preço de alimentos
Novo salário mínimo é 'pouco' para compensar aumento no preço de alimentos - Arquivo/Midiamax

O novo valor do salário mínimo para 2022 foi fixado em R$1.212. Uma medida provisória foi divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (31).  O aumento de R$112 passa a valer a partir do dia 1º de Janeiro de 2022.

Nesta quinta-feira (30), o Presidente da República Jair Bolsonaro, chegou a dizer o novo valor em sua rede social. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.100.

O reajuste de 10,18% no salário mínimo agradou alguns campo-grandenses, outros acreditam que o valor ainda é muito baixo para viver de maneira digna no Brasil.

A advogada Renata Garcia, de 44 anos, diz que mesmo não dependendo de um salário mínimo para sobreviver, ela explica que o valor é muito baixo para as pessoas conseguirem ter uma vida confortável.

“O valor da comida está nas alturas. Tudo está caro, aluguel, água, luz. Com uma pessoa que tem uma família para cuidar consegue pagar as contas e ainda se sustentar? Precisa melhorar e muito para o brasileiro conseguir ter uma vida que merece”, disse.

A aposentada Marly de Almeida de 68 anos diz que com R$ 112 ela mal consegue comprar carne no mercado. “O preço dos produtos nos supermercados estão um absurdo. Com esse valor que aumentou a gente compra dois quilos de carne e o dinheiro já acaba. Um político certamente não conseguiria viver com esse valor, mas a população pode? Acho que o salário mínimo só vai melhorar se um dia os políticos passarem a ganhar o mesmo que a maioria dos brasileiros ganham”, disse.

O jovem entregador Ricardo Gonçalves, de 22 anos, diz que o aumento ainda não é o tão sonhado, mas pelo menos o valor já ajuda um pouco nas contas de casa.

“Não é algo que vai melhorar muito a nossa vida, mas qualquer dinheiro a mais já ajuda. Já consigo pagar uma conta de água ou fazer uma comprinha de verdura da semana. Espero que melhore mais, mas também gostei de saber que aumentou um pouco”, explicou.

Jornal Midiamax