Cotidiano

Repescagem vai depender de quantidade de doses recebidas em Campo Grande

Calendário será definido conforme a quantidade de doses e fabricante

Mylena Rocha Publicado em 15/07/2021, às 09h19

Grupos prioritários já contemplados podem ser chamados novamente, a depender da quantidade de doses.
Grupos prioritários já contemplados podem ser chamados novamente, a depender da quantidade de doses. - Henrique Arakaki/Midiamax

Um novo lote de vacinas chega a Mato Grosso do Sul nesta quinta-feira (15), com 42,1 mil doses da Astrazeneca. Diante da chegada de novas doses, quem perdeu a chamada para vacinação, fica na expectativa por uma repescagem. Contudo, ainda não há previsão de chamar pessoas dos grupos prioritários em Campo Grande. 

A Prefeitura de Campo Grande explica que o município ainda não recebeu o novo carregamento de vacinas para definir qual será o calendário. Com o lote de 41,2 mil novas doses de Astrazeneca, o quantitativo de doses para cada cidade ainda não foi divulgado. As doses serão distribuídas em 66 municípios, já que as cidades de fronteira receberam imunização em massa.

Para gestantes, mulheres que amamentam, entre outros grupos prioritários já contemplados, resta esperar por uma nova chamada para vacinar. “Só é possível abrir a repescagem se houver doses suficientes e, no caso de grupos prioritários, há aqueles com recomendações para aplicação de determinado imunizante, sendo necessário ter estoque desta vacina específica”, reforça a Prefeitura.

Na última semana, o Ministério da Saúde recomendou que as gestantes sejam vacinadas somente com doses da Pfizer ou da Coronavac, que não possuem vetor viral. Já as vacinas da AstraZeneca e Janssen ficam excluídas da vacinação de gestantes e puérperas justamente por usarem o vetor viral. O ministério também ressaltou que não devem ser combinadas doses de diferentes vacinas na imunização.

Vacinação por idade

A imunização por faixa etária está suspensa em Campo Grande desde segunda-feira (12), por falta de doses. A vacinação parou na faixa etária de 36 anos e não é necessário fazer repescagem. Quando a vacinação por idade for retomada, todos acima desta idade poderão comparecer aos postos. 

“Toda abertura de público novo contempla também aqueles de idades superiores, não sendo necessário, assim, a abertura da repescagem para uma faixa etária específica”.

Jornal Midiamax