Cotidiano

Procura em postos é baixa no Dia D contra Influenza em Campo Grande

Mais de 20 unidades aplicam a vacina até as 17 horas

Dayene Paz e Ranziel Oliveira Publicado em 08/05/2021, às 11h33

Poucos pais procuraram unidades pela manhã
Poucos pais procuraram unidades pela manhã - Imagem: Leonardo de França

No dia D de mobilização da vacinação contra a Influenza, o movimento é tranquilo nos postos de saúde de Campo Grande. Lembrando que este é o último final de semana para a vacinação contra Influenza de crianças entre seis meses e menores de seis anos de idade. Mais de 20 unidades aplicam a vacina até as 17 horas.

A estudante Stphefany Rodrigues, de 16 anos, não perdeu tempo e levou a filha de 10 meses para vacinar na unidade de saúde da Vila Carlota. "Ela já ficou gripada umas três vezes, então vim para prevenir", disse a jovem. Quem também aproveitou o sábado e correu para a unidade foi a dona de casa Waleska de Arruda, de 38 anos, que levou a filha de cinco anos. "Trago todos os anos para vacinar porque é o único meio de prevenir contra a doença. É um ato de amor vacinar", destacou.

O administrador rural, Mauro Cabral, de 46 anos, também levou os pequenos, de três e cinco anos. "Eu estava trabalhando na semana passada e não consegui trazer, agora que estou de folga aproveitei para vir", disse.

Vacinada contra Covid-19, a profissional de educação física aposentada, Noemia Furlaneto, de 75 anos, também destacou a importância da vacina. "Acho que vacina previne todas as doenças. As pessoas devem acreditar na ciência e tomar vacina sim, para proteção dela e dos outros", destacou. "Quando era nova tive catapora e herpes-zóster, hoje já existe vacina, consequentemente não teremos mais essa enfermidade", completou.

Dia D

A superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Veruska Lahdo, faz um apelo para que os pais levem as crianças para tomarem a vacina. “Fazemos esse apelo para que os pais e responsáveis aproveitem esse dia para levarem as crianças para se vacinar. A prevenção sempre é o melhor remédio”.

O público, que faz parte da primeira etapa junto com trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas e indígenas, tem até a próxima segunda-feira (10) para buscar uma das unidades de saúde e receber a vacina.

Segundo dados do Serviço de Imunização da Sesau, até esta semana, foram vacinadas 37.667 crianças de seis meses a menores de seis anos, o que representa uma cobertura de 57,45%. A população estimada nesta faixa-etária é de 65.568 crianças. Até o momento já foram vacinadas 1.396 gestantes, 242 puérperas e 5.425 trabalhadores de saúde. A meta é imunizar ao menos 90% dos públicos prioritários.

Mesmo com a busca pela vacina neste público ser maior que no ano passado, a procura em geral está muito abaixo do esperado, apesar de parte dos trabalhadores da saúde já terem tomado as duas doses de vacina e o período protocolar entre as doses já ter sido concluído. Somente nesta primeira etapa da campanha, há a expectativa de aplicar mais de 100 mil doses do imunizante.

Onde se vacinar?

Bandeira

UBS Carlota

UBS UBS Universitário

USF Moreninha

USF Itamaracá

Prosa

USF Mata do Jacinto

USF Nova Bahia

USF Noroeste

Imbirussu

USF Aero Itália

USF Albino Coimbra

USF Serradinho

UBS Lar do Trabalhador

UBS Silvia Regina

Lagoa

UBS Buriti

USF Oliveira

USF Batistão

USF Coophavila

USF Tarumã

Anhanduizinho

UBS Jockey

UBS Dona Neta

USF Anhanduí

USF Botafogo

USF CF Iracy

USF Los Angeles

USF Parque do Sol

Segredo

UBS Cel Antonino

USF São Francisco

USF Vila Nasser

USF Paradiso

USF Azaléia

Jornal Midiamax