Cotidiano

Prefeitura de MS fará ‘mutirão’ de 4 horas sábado para vacinar pessoas com mais de 47 anos

Vacinação em Coxim vai se estender também a trabalhadores da Educação, caminhoneiros, deficientes permanentes e tutores, pessoas com comorbidades, grávidas e lactantes

Humberto Marques Publicado em 18/06/2021, às 13h54

Vacinação voltará a ser realizada no Salão Paroquial da Igreja São José
Vacinação voltará a ser realizada no Salão Paroquial da Igreja São José - Augusto Marques/PMC/Arquivo

A Prefeitura de Coxim –a 260 km de Campo Grande– agendou para este sábado (19) a realização de um “mutirão”, das 7h às 11h, para vacinar até 630 pessoas contra a Covid-19. Os trabalhos serão realizados no Salão Paroquial São José, mediante distribuição de senhas.

Serão imunizados moradores com idade a partir de 47 anos, trabalhadores da Educação, caminhoneiros, deficientes permanentes, portadores de comorbidades, lactantes, gestantes e genitores. Alguns dos públicos terão exigências a serem atendidas no ato de vacinação:

  • O público geral deve ter 47 anos ou mais;
  • Trabalhadores da Educação de 18 anos acima;
  • Caminhoneiros de 18 anos acima (levar cópia da CNH dos tipos C, D e/ou E além de comprovante de vínculo empregatício);
  • Deficientes permanentes com 18 anos ou mais (apresentar cópia do laudo médico);
  • Portadores de comorbidades de 18 anos ou mais (levar cópia de laudo ou receita médica);
  • Mulheres lactantes com até 1 ano, 11 meses e 29 dias (apresentar cópia da certidão de nascimento do bebê);
  • Genitores e/ou tutores que auxiliam nos cuidados de indivíduos com deficiência permanente e necessidades especiais (apresentar cópia de cadastro no BPC, o Benefício de Prestação Continuada); e
  • Gestantes a partir de 18 anos, em qualquer idade gestacional (levar cópia da carteira de gestante).

Apesar da previsão de acabar às 11h, a vacinação deve durar enquanto não forem esgotados os estoques de vacinas. A Prefeitura de Coxim também pede a doação de um quilo de alimento não perecível no ato de vacinação –os donativos serão entregues às pessoas mais afetadas pela pandemia.

Jornal Midiamax