Cotidiano

Postos de saúde vão atender apenas para vacinação e exames de Covid-19 na semana ‘fecha tudo’

Os postos de saúde de Campo Grande vão funcionar apenas para atender o público que agendou exames de Covid-19 e para vacinar o público-alvo seguindo calendário de vacinação na próxima semana. Decreto publicado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande antecipa feriados entre os dias 22 e 28 de março. De acordo com a Sesau (Secretaria […]

Mariane Chianezi Publicado em 19/03/2021, às 17h56 - Atualizado às 18h20

Apenas quem mora no Silvia Regina pode se cadastrar na UBS do bairro - Foto: Divulgação | PMCG
Apenas quem mora no Silvia Regina pode se cadastrar na UBS do bairro - Foto: Divulgação | PMCG - Apenas quem mora no Silvia Regina pode se cadastrar na UBS do bairro - Foto: Divulgação | PMCG

Os postos de saúde de Campo Grande vão funcionar apenas para atender o público que agendou exames de Covid-19 e para vacinar o público-alvo seguindo calendário de vacinação na próxima semana. Decreto publicado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande antecipa feriados entre os dias 22 e 28 de março.

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), ficarão abertas 30 unidades, das 06h00min às 18h00min, que farão exclusivamente os serviços de vacina contra o coronavírus; coleta de Swab e/ou teste rápido para COVID e coleta de exames laboratoriais previamente agendados.

O serviço de farmácia estará funcionamento, das 06h às 18h, nas seguintes unidades: UBS Universitário, USF Portal Caiobá, USF Albino Coimbra, USF São Francisco, UBS 26 de agosto, USF Nova Bahia, UBS Dona Neta.

As UPAS e CRSs estarão funcionando 24 horas durante a semana. O CENORT Urgência também funciona 24h e o Hospital Dia das 06h às 18h.

As unidades que estarão abertas para vacinação e exames agendados:

  • Distrito Bandeira:
    USF Cristo Redentor, USF Arnaldo Estevão de Figueiredo, UBS Universitário e USF Moreninha III.
  • Distrito Lagoa:
    USF Jardim Batistão, USF Vila Fernanda, USF Portal Caiobá e USF Oliveira II.
  • Distrito Imbirussu:
    USF Albino Coimbra, USF Aero Itália, USF Zé Pereira, UBS Silvia Regina e UBS Lar do trabalhador.
  • Distrito Segredo:
    USF Nova Lima, USF Jardim Azaléia, UBS Coronel Antonino, USF Vila Nasser e USF São Francisco.
  • Centro:
    UBS 26 de Agosto
  • Distrito Prosa:
    USF Nova Bahia, USF Mata do Jacinto, USF Estrela Dalva, USF Jardim Noroeste e USF Marabá.
  • Distrito Anhanduizinho:
    UBS Dona Neta, USF Iracy Coelho, USF Parque do Sol, USF Anhanduí, USF Los Angeles e USF Jardim Botafogo.

Decreto

O decreto que oficializa as medidas foi publicado em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), na tarde desta sexta-feira (19). Assim, ele destaca que é preciso respeitar regras de biossegurança. Então, empresas devem funcionar com “o limite máximo de lotação de 40% da capacidade total permitida”.

Além disto, deve ser respeitado o toque de recolher vigente. Ou seja, das 20h às 5h é proibida a circulação de pessoas na Capital. O horário foi definido pelo Governo do Estado, então todos os municípios também seguem esta medida.

A semana “fecha tudo” foi uma alternativa encontrada pela Prefeitura de Campo Grande para evitar a adoção de um lockdown, quando as medidas são mais restritas e podem impedir até mesmo a circulação de pessoas. Com a medida atual, feriados municipais de 2020 e 2021 foram antecipados e a restrição de circulação ocorre apenas no horário do toque de recolher.

A prefeitura de Campo Grande decretou a antecipação de quatro feriados municipais para forçar o fechamento de serviços não essenciais a partir da próxima segunda-feira (22). Um quinto feriado, Dia da Criação do Estado (11 de outubro), também pode ser adiantado, mas depende de decreto do Governo do Estado.

Diferente da classificação do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), nem todos os serviços que são considerados essenciais vão poder abrir na Capital. A prefeitura reclassificou algumas atividades.

Jornal Midiamax