Cotidiano

Por apoio a Bolsonaro e pelo 'voto impresso', campo-grandenses fazem carreata no domingo

Manifestações são realizadas em todo o país

Renata Fontoura Publicado em 01/08/2021, às 10h21

Grupo se concentrando na Praça do Rádio
Grupo se concentrando na Praça do Rádio - Imagem: EnDireita MS, Instagram

Em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e endossando a campanha pelo voto impresso auditável, simpatizantes do governo reunem-se na manhã neste domingo (1°) na Avenida Afonto Pena, em Campo Grande. Manifestantes se encontraram na Praça do Rádio Clube. A concentração teve início às 9h, com saída prevista às 10h.

A carreata contou com a presença dos deputados de Mato Grosso do Sul Coronel David (sem partido) e Capitão Contar (PSL), apoiadores do prosidente, que chegaram a publicar o movimento nas redes sociais. Também participam outros grupos, como o EnDireita MS, que publicou imagens da concentração do grupo usando a hashtag "contagem pública de votos", no Instagram.

Nas redes, o deputado Coronel David afirmou que o Brasil inteiro estará nas ruas pela democracia e liberdade. “Por eleições limpas e transparentes com o voto impresso auditável, dia 01/08 eu vou”, publicou no Instagram. Já o Contar publicou que a manifestação é em apoio a PEC do Voto Impresso Auditável. “Em defesa da transparência nas eleições, pela contagem pública dos votos, em defesa da democracia, em defesa do futuro dos brasileiros”.

Passados 25 anos da estreia das urnas eletrônicas nas eleições brasileiras, o uso dessas máquinas está novamente em pauta. A discussão foi puxada pelo presidente Jair Bolsonaro, que acusa o modelo de não ser confiável e alega que houve fraudes na votação de 2018, a mesma em que ele se elegeu.

Bolsonaro quer que, a partir da eleição presidencial de 2022, os números que cada eleitor digita na urna eletrônica sejam impressos e que os papéis sejam depositados de forma automática numa urna de acrílico. A ideia dele é que, em caso de acusação de fraude no sistema eletrônico, os votos em papel possam ser apurados manualmente.

Jornal Midiamax