Cotidiano

População ainda não deve se dirigir aos postos de saúde, alerta secretário

De acordo com o secretário, José Mauro Filho, em primeiro momento apenas profissionais da linha de frente e idosos com mais de 75 anos que vivem em asilos devem ser vacinados. 

Dândara Genelhú Publicado em 18/01/2021, às 18h09 - Atualizado em 19/01/2021, às 08h10

José Mauro disse que hospitais, UPAs e asilos são prioridade na primeira etapa de vacinação. (Foto: Marcos Ermínio)
José Mauro disse que hospitais, UPAs e asilos são prioridade na primeira etapa de vacinação. (Foto: Marcos Ermínio) - José Mauro disse que hospitais, UPAs e asilos são prioridade na primeira etapa de vacinação. (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo que a vacina contra o coronavírus tenha chegado em Campo Grande, população ainda não deve se dirigir para as UBSs (Unidades Básicas de Saúde). De acordo com o secretário de Saúde, José Mauro Filho, em primeiro momento apenas profissionais da linha de frente e idosos com mais de 75 anos que vivem em asilos devem ser vacinados.

A carga de imunizantes chegou em Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (18), entretanto ainda não é certa a quantidade que ficará na Capital. Assim, “Campo Grande não deve ter doses suficientes ainda nesse momento para abrir para as unidades”, afirmou o secretário.

“Mesmo sendo prioritário, existe a prioridade da prioridade”, disse. Com isso, pediu para que a população aguarde o momento de vacinação. “Nós iremos fazer inclusive a divulgação do plano municipal de imunização amanhã, para que a população tenha ciência do que deverá ser feito”, garantiu.

De acordo com José Mauro, a orientação do Ministério da Saúde é que já seja separada a segunda dose da vacina. “Então se Campo Grande receber 10 mil doses, cinco mil campo-grandenses serão vacinados” em primeiro momento.

Vacinação em Campo Grande

Assim, a campanha de vacinação em Campo Grande começa na próxima terça-feira (19). Profissionais da Saúde do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), HU (Hospital Universitário), Santa Casa e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) serão os primeiros campo-grandenses a receber a vacina.

Além deles, o José afirmou que dois asilos deverão receber a campanha nesta terça-feira (19). “Então começa amanhã essa estratégia, de acordo com o número e volume de doses que Campo Grande receberá nós faremos a imunização”.

Sobre a quantidade de vacinas que a Capital receberá, o secretário explicou que os imunizantes “vão para o almoxarifado do Estado e a partir do momento que houver a liberação dessas doses, o município de Campo Grande irá se preparar para a vacinação amanhã cedo, às 8h”.

Na quarta-feira (20), data marcada para início oficial da vacinação, outros hospitais que fazem tratamento da Covid-19 e UBS de Campo Grande devem receber a vacinação. Profissionais da Saúde de instituições públicas e privadas serão imunizados.

Jornal Midiamax