Piracema: Pesca é proibida a partir desta sexta em Mato Grosso do Sul

Fiscalização será realizada por mais de 300 policiais em todo o Estado
| 05/11/2021
- 11:45
A fiscalização durante a piracema será realizada pelo Imasul e PMA
A fiscalização durante a piracema será realizada pelo Imasul e PMA - (Foto: Divulgação/Imasul)

A realizada nos rios de , inclusive federais, está proibida desde as 00h desta sexta-feira (5) e seguirá até o dia 28 de fevereiro de 2022. O período é chamado de 'piracema' e tem como objetivo a defesa das espécies de água doce no Estado.

A fiscalização durante a piracema será realizada pelo Imasul (Instituto de de Mato Grosso do Sul) e PMA (Polícia Militar Ambiental), que irão se concentrar principalmente nos pontos em que os peixes são mais vulneráveis à pesca predatória, como cachoeiras e corredeiras. Nesses locais, serão montados postos fixos com policiais durante as 24 horas do dia.

Vale lembrar que os estabelecimentos comerciais localizados em Mato Grosso do Sul possuem o prazo de 48 horas, ou seja, até domingo (7), para fazer a declaração de seu estoque pesqueiro. Após o final do prazo, só poderão comercializar aquilo que estiver declarado.

Efetivo

A PMA contará com um efetivo de 325 policiais nas 26 subunidades estabelecidas em 20 municípios para atuarem ao longo deste período em que a pesca é proibida, além destes, a equipe contará com 20 fiscais do Imasul.

Veja também

Últimas notícias