Cotidiano

Além de obras, pacote de R$ 120 milhões para esporte em MS é lançado com ajuda a clubes de futebol e vôlei

Pacote prevê ainda instalações e complexos esportivos; divulgação de novos programas e projetos; abertura de editais de fomento entre outros

Lucas Mamédio e Ranziel Oliveira Publicado em 19/10/2021, às 16h36

None
(Foto: Leonardo França)

Foi lançado na tarde desta terça-feira (19), em Campo Grande, um pacote de R$ 120 milhões em investimentos para o esporte de Mato Grosso do Sul. O programa “MS +Esporte” foi apresentado em solenidade no Parque Tarsila do Amaral.

De acordo com o Governo do Estado, serão mais de R$ 120 milhões aplicados no setor, envolvendo lançamento de obras de reforma e construção de ginásios, instalações e complexos esportivos; divulgação de novos programas e projetos; abertura de editais de fomento a clubes e federações; ampliação dos programas Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, além do anúncio de grandes eventos esportivos de nível nacional, que serão sediados no estado ainda neste ano e em 2022.

Na ocasião, foi entregue a primeira arena de grama sintética, no Tarsila do Amaral, do total de 117”. Cada município receberá pelo menos uma, o que oportunizará o acesso à atividade física especialmente de crianças e jovens na capital e interior.

 "Desde 2015 estamos ouvindo a comunidade. Vamos dar R$ 500 mil para os dois clubes de futebol de MS que estão na série D, mais R$ 500 mil ao clube de vôlei que vai disputar a Superliga C. Vamos lançar ainda um edital com R$ 3 milhões para  pequenos clubes e associações", disse diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda

Morenão revitalizado

A revitalização do Estádio Universitário Pedro Pedrossian (Morenão) também está incluída no “pacotão”, com investimento de R$ 9,5 milhões. A praça esportiva mais emblemática do estado passará a ser também um espaço multicultural. A capital terá ainda piscina olímpica pública no Parque Ayrton Senna e pista de skate nas Moreninhas. O Complexo de Excelência Esportiva de Maracaju também será construído pelo Governo do Estado.

Jornal Midiamax