Cotidiano

Decreto aumenta frota e terminais têm movimento tranquilo nesta terça-feira

Novo decreto municipal determinou aumento da frota na cidade

Gabriel Maymone Publicado em 15/06/2021, às 08h21

Terminal Morenão tem movimento tranquilo na manhã desta terça-feira
Terminal Morenão tem movimento tranquilo na manhã desta terça-feira - Henrique Arakaki / Midiamax

Após segunda-feira (14) de caos no transporte coletivo de Campo Grande, os ônibus voltaram a circular normalmente nesta terça-feira (15). Isso porque decreto publicado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) determinou a disponbilização da frota que estava operando no município antes do decreto estadual, que começou a vigorar no domingo (13).

Na manhã desta terça-feira, o movimento no Terminal Morenão, por exemplo, estava bem mais tranquilo. A frota de ônibus maior permitiu que não houvesse aglomerações. Porém, a determinação de 70% da capacidade do veículo continua.

Conforme o decreto municipal, cabe à Agetran (Agência Municipal de Trânsito) fiscalizar o cumprimento da determinação de ampliar a frota por parte do Consórcio Guaicurus, que poderá sofrer sanções caso não cumpra as medidas.

Segunda-feira de caos

Segundo passageiros que utilizam o transporte coletivo, a lotação já se tornou algo comum nos ônibus e terminais, mas na segunda-feira “estava mais muito mais lotado do que o normal”, segundo uma passageira que utiliza a linha 084 para ir ao trabalho.

Diversos usuários do transporte também reclamaram de lotação nos terminais Bandeirantes, General Osório, Nova Bahia e outros. Como é possível ver nas imagens abaixo, apesar das filas, o número de pessoas aglomeradas nos terminais é grande.

O diretor de Transportes da Agetran, Luiz Carlos Alencar, disse que foi implementado o mesmo número de ônibus que rodam aos fins de semana, pois era imaginado uma redução drástica no número de passageiros, o que não ocorreu.

Problema com ônibus? Fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax