Cotidiano

Redução na frota lota ônibus e Consórcio Guaicurus vai recolocar veículos na rua em Campo Grande

Por decreto, Consórcio diminuiu ônibus aguardando movimento menor

Gabriel Neves Publicado em 14/06/2021, às 09h20

Passageiros reclamam que redução do itinerário causou lotação nos ônibus e terminais.
Passageiros reclamam que redução do itinerário causou lotação nos ônibus e terminais. - (Foto: Reprodução/Fala Povo)

Após a redução do itinerário no transporte coletivo de Campo Grande, diversos passageiros reclamaram sobre a lotação dos ônibus na capital na manhã desta segunda-feira (14). Vale lembrar que hoje é o primeiro dia útil após a publicação do decreto que plica novas medidas restritivas no município.

Segundo passageiros que utilizam o transporte coletivo, a lotação já se tornou algo comum nos ônibus e terminais, mas hoje “estava mais muito mais lotado do que o normal”, segundo uma passageira que utiliza a linha 084 para ir ao trabalho.

Diversos usuários do transporte também reclamaram de lotação nos terminais Bandeirantes, General Osório, Nova Bahia e outros. Como é possível ver nas imagens abaixo, apesar das filas, o número de pessoas aglomeradas nos terminais é grande.

De acordo com Cleide Lopes da Silva, 53 anos, a impressão é de que os veículos foram retirados das rotas. “O do bairro Estrela Dalva desceu extremamente lotado na manhã de hoje, pois muitos setores não pararam, estão colaborando pra disseminação do vírus”.

Simone Maria De Morais, 44 anos, utiliza a linha 521, que tem como destino o Parque dos Poderes, e hoje foi possível notar um número de passageiros maior que o normal. “Normalmente a linha que vai para o Parque dos Poderes não é tão lotada, ele sempre vai cheia, mas não tão lotada, porque tem uma linha extra, mas ela foi retirada e além disso, todos os ônibus que eu peguei hoje estavam lotados, alguns nem pararam”, comentou.

De acordo com o diretor de Transportes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Luiz Carlos Alencar, o transtorne ocorre pois ocorreu uma redução no itinerário do transporte coletivo. Segundo ele, era imaginado uma diminuição no número de passageiros após os novos decretos municipal e estadual.

O diretor explica que foi implementada a mesma frota dos finais de semana, mas já foi identificado o alto número de passageiros e os veículos devem retornar a circulação normal no período da tarde. “Imaginávamos que o decreto ia causar uma redução de passageiros assim como na vez passada, mas teremos que retornar à operação normal a partir desta tarde”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax