Cotidiano

Obras de asfalto devem dar fim à enxurrada na época das chuvas no Jardim Paradiso

Fim do problema possível com a conclusão do asfalto na rua Três Marias, diz Prefeitura

Mylena Rocha Publicado em 22/07/2021, às 09h27

None
Divulgação/PMCG

Os moradores do Jardim Paradiso poderão deixar para trás um pesadelo que chegava sempre na época das chuvas: a enxurrada que descia com força do bairro Nossa Senhora das Graças, arrastando até trechos de asfalto de algumas ruas. O fim da enxurrada será possível com a conclusão do asfalto na rua Três Marias, que também abre um novo acesso ao centro da cidade pela avenida Tamandaré. 

As enxurradas sempre causavam problemas no bairro Jardim Paradiso. A Prefeitura explica que, só no ano passado, teve que refazer o pavimento das ruas Carlota de Almeida Lemos e Angela Abdulahad por duas vezes. 

A drenagem implantada sob a pista da Três Marias será o canal de escoamento da enxurrada até desembocar no córrego Frutuoso, que tem uma nascente na avenida Tamandaré. Antes das obras que estão na reta final,  com a construção do meio-fio, a Três Marias praticamente não oferecia condições de tráfego e metade do seu traçado se estreitava no trecho que era um terreno particular. Foi necessário implantar os 500 metros de pista até chegar aos fundos do Condomínio Village, na Rua Lindóia, via de acesso ao Bairro Nossa Senhora das Graças e à Avenida Euler de Azevedo.

Para captar e escoar a água das chuvas foram implantados quase 2 quilômetros de drenagem e 2,2 quilômetros de pavimentação. O projeto contemplou, além da Três Marias, as transversais Benedito Pache, Avenida Rosário Congro, General Benedito Xavier, Monte Azul, Bonança, Indaiá, Ibiá e Itabira, no Bosque da Saúde.

A tubulação na Rua Itabira foi projetada para eliminar pontos de alagamentos gerados pela enxurrada que desce da Avenida Padre João Falco. "Isto aqui vira um rio quando chove forte, abrindo crateras enormes", relata o aposentado Anízio Gregório, 73 anos, há 10 morador da Rua Itabira, onde estão sendo implantados 150 metros de  tubulação em toda sua extensão, desde a Rua Três Marias, onde vai desembocar a enxurrada das transversais. A água da chuva que for captada por esta drenagem vai desembocar no Córrego Frutuoso, afluente do Córrego Segredo que tem uma nascente na Avenida Tamandaré.

(com informações da Sisep)

Jornal Midiamax