Cotidiano

No meio da rua tinha um poste: obra em Campo Grande intriga moradores

Obra de pavimentação na Rua Francisco Pereira Coutinho, no Bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande, chama a atenção de quem passa por lá. O motivo é a presença de postes de energia no meio da rua. “Como uma empresa de engenharia faz o asfalto com os postes de energia elétrica no meio da […]

Gabriel Maymone Publicado em 26/02/2021, às 11h22 - Atualizado às 16h41

Empresa de engenharia pavimentou avenida com postes no meio do asfalto. (Foto: Leitor Midiamax)
Empresa de engenharia pavimentou avenida com postes no meio do asfalto. (Foto: Leitor Midiamax) - Empresa de engenharia pavimentou avenida com postes no meio do asfalto. (Foto: Leitor Midiamax)

Obra de pavimentação na Rua Francisco Pereira Coutinho, no Bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande, chama a atenção de quem passa por lá. O motivo é a presença de postes de energia no meio da rua.

“Como uma empresa de engenharia faz o asfalto com os postes de energia elétrica no meio da rua?”, comentou um morador.

Assim, o cidadão questiona: “Depois a equipe da Energisa irá retirar os postes? Por que não retiraram os postes antes? Agora, se for retirar, irão ficar marcas no asfalto e aí na primeira chuva se formarão crateras”, observou.

Por fim, se revolta: “brincam com o dinheiro público”.

O Governo do Estado viabilizou a obra, que contempla 20 km de pavimentação no quadrilátero formado pela ruas Jerônimo Albuquerque/Marques de Herval/ Francisco Coutinho e Zulmira Borba. Contudo, a licitação, projeto e execução da obra são de responsabilidade da Sisep (Secretaria Municipal da Infraestrutura e Serviços Públicos).

Apesar de ser responsabilidade do município, placas publicitárias instaladas ao longo da obra indicam que o feito é ‘mais uma obra do Governo do Estado”.

Ao Jornal Midiamax, a prefeitura de Campo Grande informou que a obra ainda não foi concluída e que a remoção dos postes já foi solicitada à concessionária de energia.

A reportagem cobrou explicações sobre o fato à assessoria do governo de Mato Grosso do Sul, mas não obteve resposta oficialmente até a publicação desta matéria.  *Matéria alterada às 14h20 para inclusão de informação

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax