Cotidiano

No dia que receberia a vacina, idosa de 92 anos morre de Covid-19 em Campo Grande

A realidade de ser imunizada chegou próximo para uma idosa de 92 anos de Campo Grande que faleceu de Covid-19 no dia que seria vacinada.

Dândara Genelhú Publicado em 04/02/2021, às 16h51 - Atualizado às 19h49

Vacinação em Campo Grande. Foto: Leonardo de França | Midiamax.
Vacinação em Campo Grande. Foto: Leonardo de França | Midiamax. - Vacinação em Campo Grande. Foto: Leonardo de França | Midiamax.

A realidade de ser imunizada contra o coronavírus chegou próximo para uma idosa de 92 anos de Campo Grande. Isto porque ela poderia ser vacinada nesta quinta-feira (4). Porém, faleceu por complicações da doença antes de receber a vacina.

De acordo com o boletim epidemiológico, divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), a idosa sofria de doença cardiovascular crônica e hipertensão. Ela foi uma das três vítimas fatais do coronavírus na Capital nas últimas 24h.

Assim, Campo Grande acumula 1.312 óbitos causados pela doença. Nesta quinta-feira (4), foram confirmados mais 160 novos casos de coronavírus na cidade. Então, até o momento, 69.676 pessoas já foram infectadas pelo vírus na Capital.

Vacinação contra Covid-19

Em Campo Grande, a vacinação foi adiantada para acelerar o processo de imunização dos idosos. Assim, todos os dias grupos de determinadas idades podem ser imunizadas nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) ou no drive thru do parque Ayrton Senna.

Nesta quinta-feira (4), é o dia de idosos com 92 anos ou mais serem vacinados. Na sexta-feira (5), pessoas com idade a partir de 90 anos poderão ser imunizadas.

Por fim, até o momento foram definidas datas para pessoas de no mínimo 80 anos. A vacinação desta faixa etária deve ser finalizada em 13 de fevereiro.

Jornal Midiamax