Cotidiano

No Dia do Doador de Sangue, Hemosul sofre com estoque e convoca 'voluntários fiéis' até pelo WhatsApp

Mesmo com flexibilizações da pandemia, estoques estão em níveis críticos em MS

Gabriel Maymone Publicado em 25/11/2021, às 08h03

Uma bolsa de sangue pode salvar até 4 vidas
Uma bolsa de sangue pode salvar até 4 vidas - Divulgação

Nesta quinta-feira (25), é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. É uma atitude que pode salvar a vida de até 4 pessoas — por doação —, mas que ainda enfrenta resistência e o Hemosul Coordenador de Campo Grande sofre para captar voluntários. Com a pandemia, as doações tiveram queda de 30%.

O nível do estoque do Hemosul está abaixo dos 10%, considerado crítico. Dessa forma, o setor de captação vai atrás dos doadores fiéis, que são convocados via telefone, SMS e até por WhatsApp. O trabalho é feito em conjunto com o setor de comunicação, que atua na divulgação via redes sociais e com notas à imprensa.

É o que aconteceu essa semana com o administrador rural Cláudio Zotesso, de 59 anos. "Havia acabado de dar o intervalo de dois meses e o pessoal do Hemosul me ligou perguntando se eu poderia doar sangue, pois havia uma pessoa específica precisando do meu tipo sanguíneo específico, e eu disse que iria com o maior prazer", relatou Cláudio.

O amor em ajudar o próximo fez com que Cláudio deixasse a fazenda onde mora, em Anastácio, para percorrer 145 quilômetros até Campo Grande para fazer a doação. "Estou fazendo o bem, uma boa ação que, se possível, pode salvar a vida de alguém que esteja precisando. Não custa ter boa vontade", declarou.

Estoques do Hemosul estão em nível crítico para a maioria das tipagens sanguíneas

Herança

O paranaense conta que a decisão de começar a ser doador regular de sangue surgiu de forma natural. "Vem de família, meus pais e tios já doavam sangue, então, cresci com essa mentalidade. Até meu filho já entrou nessa também", contou Cláudio.

Com isso, o administrador rural não sabe dizer quando foi a primeira doação, mas garante que foi há mais de 10 anos. "Mas, antes de vir para o Mato Grosso do Sul, no ano de 1993/94, já participei de campanhas de doação no Paraná. Nas primeiras vezes, fiquei com medo, mas fui", lembra.

E Cláudio garante que vale a pena percorrer tantos quilômetros para doar sangue. "Uma coisa que eu destaco é a saúde. Cada vez que faço uma doação, sinto uma coisa boa, melhora meu ritmo de vida, meu psicológico. É muito gratificante", pontua.

Benefícios 

Além de saber que seu sangue ajudou a salvar vidas, ser doador de sangue conta com alguns benefícios, muitos deles aprovados para incentivar a prática.


Ser doador regular de sangue gera série de benefícios na vida civil e até para a saúde

  • Folga - o Inciso IV do Artigo 473 do Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943 prevê que o doador de sangue que tenha vínculo empregatício celetista tem direito a uma folga a cada 365 dias mediante comprovação da doação.
  • Meia-entrada - no caso de quem faz ao menos 3 doações anuais, é possível obter desconto de 50% no ingresso para shows, eventos culturais e cinemas.
  • Isenção de taxas - concursos públicos isentam a taxa de inscrição de quem comprovar ser doador de sangue. Alguns órgãos usam isso até como critério de desempate.
  • Prioridade - unidades de saúde e hospitais que atendem pelo SUS dão preferência no atendimento a doadores de sangue. O direito também dá esse benefício em filas de bancos e em alguns órgãos públicos.
  • Benefícios à saúde - há estudos que relacionam a doação periódica à redução do risco de doenças cardiovasculares, já que a doação diminui a taxa de ferro circulante e oxidação dos lipídeos, que reduz o risco de entupimento de artérias do coração.
Quem pode doar?

Para doar, você precisa comparecer a uma unidade de coleta de sangue com documento oficial com foto como o RG ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

  • Idade: doadores precisam ter entre 16 e 69 anos. Em caso de menor de idade, é necessário estar acompanhado dos pais ou responsáveis. É importante ressaltar que a primeira doação deve ser feita até os 60 anos. Acima desta idade, somente quem já for doador.
  • Peso: Apesar da legislação permitir pessoas acima de 50 kg, o Hemosul libera doações de quem tenha 55 kg ou mais.
  • Intervalo: homens podem doar até 4 vezes ao ano, com intervalo mínimo de 2 meses. Mulheres podem doar até 3 vezes e intervalo mínimo de 3 meses.
  • Doenças que impedem a doação: doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.
  • Medicamentos: alguns impedem a doação, portanto, informe o profissional de saúde durante a entrevista.
  • Vacina: se você tomou algum imunizante, inclusive o de covid, deverá ficar temporariamente sem doar sangue. Aproveite para fazer a doação antes de tomar a vacina.


Hemosul Coordenador de Campo Grande - Foto: Divulgação

Onde doar sangue em MS?

HEMOSUL COORDENADOR
Av. Fernando Correa da Costa, 1304, Centro - Campo Grande/MS
Fones: (67) 3312-1500 / 3312-1517 - Agendamentos: (67) 3312-1516 / 3312-1529 e (67) 99298-6316 WhatsApp
Segunda a Sexta: 7h às 17h
Sábado: 7h às 12h
* 1º e 3º sábado de cada mês o atendimento é das 7h às 17h

HEMOSUL SANTA CASA
Rua Rui Barbosa, 3633, Centro - Campo Grande/MS
Fones: (67) 3322-4135 / (67) 99273-7356 WhatsApp
Segunda a Sexta: 7h às 12h

HEMOSUL HOSPITAL REGIONAL - HRMS (FECHADO PARA REFORMA)
Rua Engenheiro Lutherio Lopes, 36, Aero Rancho - Campo Grande/MS
Fone: (67) 3378-2678

HEMOSUL DOURADOS
Rua Waldomiro de Souza, 295, Vila Industrial
Fone: (67) 3424-4192 e 3424-0400 / (67) 99239-9421 WhatsApp
Segundas, Quartas e Sextas: 7h às 12:30h
Terças e Quintas: 7h às 12h e das 13h às 17h
Último sábado de cada mês: 7h às 12h

HEMOSUL TRÊS LAGOAS
Rua Manoel Rodrigues Artez, 520, Colinos
Fone: (67) 3522-7959
Segunda a Sábado: 7h às 12h

HEMOSUL PONTA PORÃ
Rua Sete de Setembro, 1896 - Santa Isabel
Fone: (67) 3431-6134 / (67) 99288-5932 WhatsApp
Segunda a Sexta: 7h às 12h

HEMOSUL PARANAÍBA
Rua Selma Martins de Oliveira, 335, Ipê Branco I
Fone: (67) 3503-1026
Segunda a Sexta: 7h às 11h

HEMOSUL COXIM
Rua Gaspar Reis Coelho, 361, Bloco B - Bairro Flávio Garcia
Fone: (67) 3291-2906
Atendimento quinzenal com agendamento prévio
Segunda: 7h às 11h e das 13h às 17h
Terça: 7h às 11h

Jornal Midiamax