Cotidiano

No aguardo de novas doses, prefeitura não fará vacinação contra Covid neste domingo

Município informou que espera remessa do Ministério da Saúde para definir os próximos passos da imunização.

Danúbia Burema Publicado em 13/06/2021, às 08h09

Imunizante da Janssen é aplicado em dose única; Brasil deve receber 3 milhões de doses na terça-feira
Imunizante da Janssen é aplicado em dose única; Brasil deve receber 3 milhões de doses na terça-feira - Arquivo/Midiamax

A Prefeitura de Campo Grande não realizará neste domingo (13) a imunização da população contra o novo coronavírus (Covid-19). Em comunicado divulgado na noite anterior, a administração da Capital relatou que aguarda a entrega de novas doses de imunizantes vindas do Ministério da Saúde para definir o próximo calendário de vacinação.

Neste sábado, além da continuidade da vacinação da segunda dose com a Coronavac (envolvendo pessoas que receberam a primeira até 21 de abril), foram imunizados funcionários dos Correios a partir dos 18 anos, tutores de pessoas com deficiência e necessidades especiais a partir de 45 anos, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias).

Na terça-feira (15), o Brasil deve receber um carregamento de cerca de 3 milhões de doses da vacina produzida pela Janssen, que integra o grupo Johnson & Johnson. Os imunizantes chegam com data de vencimento até 27 de junho, o que exigirá rapidez na aplicação.

Mato Grosso do Sul deve ser contemplado com aproximadamente 150 mil doses da vacina da Janssen que, diferente dos demais imunizantes (que precisam de duas doses), é aplicada em dose única. A taxa de imunidade, conforme veículos de imprensa, varia entre 85% e 87%.

Até a noite deste sábado (12), Campo Grande havia aplicado 336.004 doses de vacinas contra o novo coronavírus, sendo 1.804 somente no dia anterior. Já há 137.569 pessoas que receberam a segunda dose de vacinas, o equivalente a 15,18% da população da Capital.

Jornal Midiamax