Cotidiano

No 2º dia de ‘fecha tudo’, operação fiscaliza 203 estabelecimentos em Campo Grande

No segundo dia da semana de ‘fecha tudo’, mais de 200 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados em Campo Grande. Entre eles, a maioria recebeu orientações, mas dois acabaram autuados pela Vigilância Sanitária. Além disso, a operação ainda abordou 22 pessoas nas ruas da Capital após o toque de recolher, às 20 horas.  A GCM (Guarda Civil […]

Mylena Rocha Publicado em 24/03/2021, às 09h18 - Atualizado às 11h37

(Foto: Divulgação/GCM)
(Foto: Divulgação/GCM) - (Foto: Divulgação/GCM)

No segundo dia da semana de ‘fecha tudo’, mais de 200 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados em Campo Grande. Entre eles, a maioria recebeu orientações, mas dois acabaram autuados pela Vigilância Sanitária. Além disso, a operação ainda abordou 22 pessoas nas ruas da Capital após o toque de recolher, às 20 horas. 

A GCM (Guarda Civil Metropolitana) realizou ações de fiscalização nas sete regiões da Capital: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. Além da fiscalização, a Guarda ainda participou de operação conjunta com Vigilância Sanitária, Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Ao todo, foram 203 estabelecimentos fiscalizados e dois acabaram autuados pela Vigilância. Durante o toque de recolher, 22 pessoas foram abordadas nas ruas e orientadas a ficar em casa. Conforme dados da GCM, o número 153 recebeu 232 ligações somente na terça-feira (23).

A fiscalização ainda contou com uma blitz Lei Seca, da GCM com o Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) e Agetran. Ao todo, foram feitas 492 abordagens, sendo 361 carros e 131 motos. Todos os condutores deveriam passar pelo teste do bafômetro, mas seis recusaram. Ao todo, 6 CNHs foram recolhidas.

Jornal Midiamax