Cotidiano

Nike diz ter rompido contrato com Neymar após acusação de assédio sexual

Funcionária da empresa alega que o jogador teria tentado força-la a fazer sexo oral

Gabriel Neves Publicado em 28/05/2021, às 07h53

Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa. - (Foto: Reprodução/Simon Stacpoole/Offside)

A Nike revelou ter rompido seu contrato com o atacante Neymar, pois o jogador teria se recusado a colaborar em uma investigação interna que apurava um denúncia de abuso sexual feita por uma funcionária.

"A Nike encerrou sua parceria com o atleta porque ele se recusou a cooperar em uma investigação de boa fé sobre alegações confiáveis de irregularidades cometidas contra uma funcionária", disse a empresa em um comunicado.

A funcionária que realizou a denúncia afirma que o caso teria ocorrido em 2016. Na época, ela disse ter contato a amigos e colegas que Neymar tentou forçá-la a fazer sexo oral em seu quarto de hotel em Nova York, nos Estados Unidos, onde ela estava para coordenar uma série de eventos com o brasileiro.

Em uma nota enviada ao "Wall Street Journal", o representante de Neymar afirmou que o jogador se "defenderá vigorosamente" contra esses "ataques infundados".

*Com informações do portal UOL.

Jornal Midiamax