Cotidiano

Neste ano, 620 indígenas de MS já foram infectados por coronavírus

Em 2021, as aldeias de Mato Grosso do Sul registraram 620 novos casos de coronavírus. O estado é o Dsei que mais registrou casos.

Dândara Genelhú Publicado em 01/02/2021, às 17h59

Aldeia Jaguapiru. (Foto: Divulgação).
Aldeia Jaguapiru. (Foto: Divulgação). - Aldeia Jaguapiru. (Foto: Divulgação).

Em 2021, as aldeias de Mato Grosso do Sul registraram 620 novos casos de coronavírus. Dos 34 Dseis (Distritos Sanitários Especiais Indígenas) brasileiros, o Estado é o que mais concentra infecções nos povos nativos.

Os dados são da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), atualizados nesta segunda-feira (1). De acordo com a Secretaria, desde o começo da pandemia, 4.073 indígenas já contraíram coronavírus no Estado.

Assim, atualmente existem 111 indígenas infectados pelo vírus em MS. Outros oito casos seguem como suspeitos. Dos infectados, a Sesai registrou 82 mortes causadas pela Covid-19.

Com isso, MS também é o estado em que mais indígenas faleceram por coronavírus. Se nos basearmos no painel de dados da Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), o número de vítimas sobe para 104.

Jornal Midiamax